Mostrando serviço

placaTerça passada, dia 25 de agosto, o Conselho Deliberativo do Vasco foi convocado para apreciar questões referentes às finanças do clube. Entre os assuntos postos em votação (ou, democraticamente, em ratificação, já que as medidas foram tomadas sem que o conselho fosse consultado previamente) a auditoria nas contas da gestão anterior e o empréstimo tomado em janeiro para a obtenção das CNDs.

A oposição fez o que pode para tornar as coisas mais transparentes nas finanças vascaínas, ou seja, nada. Com os votos que a diretoria tem no conselho, o rolo compressor é sempre utilizado, aprovando tudo o que se quer e ignorando qualquer proposta da oposição. Sem uma mudança estatutária – que, vale lembrar, foi outra questão ignorada pela gestão Dinamite – e havendo no poder uma diretoria que só admite uma minoria opositora para manter uma fachada democrática dentro do clube, isso sempre irá acontecer.  Será assim, mesmo que as medidas da maioria sejam prejudiciais (exemplos não faltam, como a anistia da dívida milionária do Presidente com o clube) e as sugestões da minoria sejam coerentes e benéficas.

Isso ficou bastante claro nessa última reunião. O Conselho aprovou a auditoria sobre as contas da gestão anterior, mas a proposta da oposição de que as contas da atual gestão também fossem auditadas foi rejeitada. Ou seja, mais uma vez o Eurico repete o Dinamite, que fez o mesmo quando assumiu o poder. Outro ponto em que a oposição foi ignorada foi a aprovação dos três empréstimos feitos – em janeiro, vale repetir – junto ao Banco BMG. A oposição votou contra por um motivo simples: apesar da obtenção das CNDs ser algo importante, não faz sentido aprovar um compromisso como esse sem que sejam explicadas as condições do empréstimo.

(Parênteses: foi exatamente isso o que eu disse no começo do ano. É um absurdo a diretoria tomar um empréstimo milionário sem informar quais seriam as garantias oferecidas, o prazo de pagamento e os juros praticados. Fecha parênteses).

Com o poder que a diretoria tem no Conselho Deliberativo, ela pode fazer o que quiser. Inclusive pegar um empréstimo sem que saibamos nada sobre ele e ainda vetar uma auditoria em suas contas. Assim, amigos, é mole.

Ao ouvir a proposta para que a auditoria nas contas do clube se estendessem até 2017, Eurico “teria respondido, ironicamente, que a oposição deveria se responsabilizar pelo pagamento da empresa que será contratada”. A oposição deveria fazer exatamente isso, juntar uma grana e bancar a auditoria das contas desse mandato. Se isso for feito, divulgado publicamente e levado à votação no Conselho, a maioria ficaria encurralada, já que só teria duas opções: aprovar a medida (o que, além de os obrigar à diretoria a ter uma postura mais transparente com relação às finanças do clube, mostraria o esforço da oposição nesse sentido) ou desaprovar e deixar claro para toda a torcida que seu compromisso com a transparência é zero.

Essa é a única maneira da oposição mostrar o que tem feito para fortalecer o Vasco: evidenciar à torcida, sempre que possível, todas as contradições da diretoria. Se o estatuto impede que a oposição tenha poder para evitar na prática os mandos e desmandos da diretoria é preciso fazer com que cada vascaíno entenda que, se algo danoso ao clube acontece, isso acontece por conta da maioria que sustenta as decisões da atual gestão.

Anúncios

28 pensamentos sobre “Mostrando serviço

  1. ATENÇÃO…!!!
    VERDADEIROS VASCAÍNOS (que torcem PELO CLUBE, e não por dirigente FANFARRÃO E INCOMPETENTE), JÁ ESTÃO SE MOBILIZANDO.
    PARA COMEÇAR, DISPONIBILIZARAM UM ABAIXO ASSINADO EXIGINDO A RENÚNCIA DESTA nova/VELHA, DECRÉPITA, HORROROSA, ULTRAPASSADA, AMADORA e SUPER-MEGA-GIGA-ULTRA-INCOMPETENTE diretoria do Vasco
    O “link” do abaixo assinado é:
    “http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR83058”. VAMOS TODOS ASSINAR E DIVULGAR DE TODAS AS FORMAS POSSÍVEIS…!
    PELO MENOS POR ENQUANTO, É O QUE PODEMOS FAZER PARA EXPRESSAR NOSSA REVOLTA E INDIGNAÇÃO..!!!

  2. A oposição, se é que ela existe mesmo e atua, precisa fazer um movimento para adesão de novos sócios. Esse movimento precisa ser discreto, as pessoas precisam se associar sem que a atual diretoria perceba, porque caso contrário logo vai aparecer um “problema” no sistema que impossibilite as adesões. Já falei aqui e repito, a única salvação do clube é aumentar significativamente o quadro de sócios votantes, para evitar qualquer tipo de fraude nas próximas eleições.

    Sobre a auditoria, eu já fui auditor cara. A oposição pode até pagar uma empresa pra fazer o trabalho, mas nada impede que a atual gestão dificulte as análises, omita informações e documentos. Nada impede e o que resta à empresa contratada é emitir um parecer com ressalvas, mais nada. Esse parecer causa um certo impacto, mas o efeito é o de: “Não temos todas as informações necessárias para avaliar…” Não é o mesmo efeito de dizer que existem problemas nas contas e documentos do clube.

    • A diretoria já está prejudicando a entrada de novos sócios, com um programa de adesões na prática inexistente e um plano mais barato que, além de não dar direito a voto, não oferece sequer meia entrada nos ingressos. É o tipo da coisa que todo mundo sabe (que precisamos de mais sócios), mas que depende da diretoria fazer algo a respeito.

      Sobre a auditoria, foi o que eu disse: ou a diretoria aceita uma auditoria bancada pela oposição e saberemos a quantas andam as finanças do clube ou não aceita e passa para a torcida a certeza de que tem o que esconder. Se eles forem pelo meio termo (aceitar sem colaborar integralmente com os auditores), o resultado será o mesmo que não aceitar. Se eles não tivessem o que esconder, não teriam pq omitir documentos. Aliás, se fizerem isso fica comprovado que estão escondendo algo. Aí a oposição teria que fazer o seu trabalho e fazer barulho com isso.

  3. Parabéns ao Conselho de Beneméritos, ou melhor, Maleméritos do clube. São um bando de puxa-sacos e baba-ovos do Doutor “Respeito”, que, mesmo vendo o barco afundar, continuam assinando em cruz tudo o que a atual diretoria faz ou deixa de fazer com a instituição. Não me admira que o Vasco esteja num poço sem fundo. Oito anos de Eurico + seis anos de Dinamite + 3 anos de Eurico… Não há clube que não se arrebente! Incompetência, amadorismo, nepotismo, enriquecimentos pessoais e familiares, falta de transparência, péssimos resultados em campo… Já são 15 anos dessa desgraça! O VASCO ESTÁ ACABANDO. Daqui a pouco, do Vasco só sobrará a torcida. Uma torcida cada vez mais órfã e apequenada. O clube com a historia mais linda do futebol brasileiro vai ficando para trás, enquanto seus rivais enxergam adiante, se modernizam e vivem gestões cada vez mais profissionais. Nós? Nós paramos no tempo, continuamos com o velho e surrado esquema feudal, as guerras políticas (que só atrasam o clube), as eleições polêmicas (pra dizer o mínimo) e as bravatas de sempre. E lá vamos nós para o terceiro rebaixamento em menos de uma década… “Parabéns” aos responsáveis diretos pela destruição desse patrimônio do Brasil e do mundo, chamado CLUB DE REGATAS VASCO DA GAMA. No mais, esse meu desabafo em palavras e frases poderia perfeitamente ter sido substituído por lágrimas. Lágrimas e mais lágrimas. Pois é assim que se sente a minha alma e o meu coração vascaíno. Doído, arrasado, destroçado, sem enxergar uma luz no fim do túnel. Seria a Sibéria a nossa última esperança? Ah, esqueci. Essa é só mais uma bravata. O poço parece mesmo não ter fundo. Lamentavelmente.

  4. JC, essa diretoria não está nem aí para a torcida. Isto está claro para todos (nem os sapistas negam) e ninguém precisa de estratégias de convencimento para perceber isto. Eurico só tem apoio de seu grupelho (família, serviçais e débeis mentais). De mais ninguém. Este grupelho é uma parcela totalmente insignificante da torcida do Vasco. Infelizmente, é a parcela que detém o poder político dentro do clube.

    A oposição tem, claro, que fazer sua parte, trazendo à tona, sempre que possível, o descaso e a incompetência da diretoria. Mas essa história da auditoria não iria dar em nada produtivo. A oposição precisa ser mais criativa. Mas não me pergunte como…

    Seja como for, penso que a oposição pode fazer muito pouco neste momento, antes do Eurico morrer. Quando isto acontecer, o cenário será outro, sua base estará fragilizada. Como acontece com qualquer ditador bem sucedido, ele se torna tão egocêntrico e seus asseclas se tornam tão cegos e submissos ao seu comando que terminam por esquecer que o ditador não viverá eternamente. Embora Eurico esteja praticando nepotismo com vistas a garantir a herança política à sua família no clube, não é absolutamente claro que ele será bem sucedido nisto. Seus filhos não possuem a simpatia de todos os asseclas. E não há dentre os cascateiros, por exemplo, alguém que tenha força para unificar todo o grupo. Penso, portanto, que se há algo que a oposição pode fazer no momento, esse algo é mostrar o quanto os sapinhos, filhos do sapão, são incompetentes e, nos bastidores, atuar para enfraquecer as relações destes com os demais membros do grupo. É dividir para conquistar.

    • Me desculpe, mas o Doutor Eurico será eterno. No sentido de que ele deixará um legado. E quem seguir esse legado, sejam filhos ou aliados políticos, terá nosso apoio irrestrito. A oposição é apolítica, eles não têm uma base, não tem ideais e nem um cerne de gestão para tocar o clube. O Vasco de hoje tem planejamento, restauração do patrimônio e da estrutura e responsabilidade fiscal. Os resultados em campo não estão vindo do jeito que foi planejado, mas a luta ainda não acabou. Não se esqueça disso. O Doutor Eurico tem um projeto, que será perpetuado quando ele se for. E a oposição? A oposição não tem nada. Essa é a diferença. E é por isso que o projeto do Doutor Eurico seguirá, estando ele ou não vivo. Mas de qualquer forma… Vida longa a ele!

      • E vc pode esclarecer qual seria esse “legado” que o Dotô deixará ao Vasco? De preferência, algo que ele tenha feito como presidente, por favor.

      • Pois não. Base forte e voltando a revelar talentos (Romário, Edmundo, Valdir Bigode, Pedrinho, Felipe, Helton, Alex Teixeira, Philippe Coutinho, Souza, Alan Kardec, Rômulo), e não mais Jhon Cleys, Thalleses, Jomares, Henriques e etc…, patrimônio restaurado (ginásio, parque aquático, esportes olímpicos, Colégio Vasco da Gama, Pousada do Almirante e etc…), dívidas equacionadas, seja com jogadores da primeira gestão Eurico, ou seja com jogadores da gestão irresponsável do Banana (Fernando Prass é um exemplo), representatividade política na Ferj, na CBF e até na Fifa (algo que o Vasco perdeu nos últimos seis anos e que nos prejudicou tanto), força jurídica de volta (na gestão do Banana de Pijama, nós vivíamos sendo goleados nos tribunais) e a volta da alegria de sacanear os mulambos (passamos o ano todo fazendo isso, não é uma delícia?).

        É só tocar esse legado aí. As gestões do Doutor Eurico sempre revelaram grandes talentos para o Vasco. A nossa base voltou! E o futuro é logo ali. Tendo todo o restante resolvido em volta, o terreno estará preparado para o sucesso que está por vir. Não é difícil chegar a essa conclusão. É só ter boa vontade de enxergar as inúmeras bem-feitorias do Doutor Eurico desde que ele retornou à presidência. Longa vida ao Rei Sol!

        Pronto, espero ter respondido à sua questão.

      • Respondeu não…

        1) Primeiro, começou falando sobre méritos da gestão Calçada. Dos citados, os revelados pela base na gestão Eurico foram Alex Teixeira, Coutinho, Souza e Kardec (citar o Rômulo, que chegou um ano depois do Dinamite assumir, mostra seu conhecimento sobre o assunto). E, para cada Cley, Thalles, Jomar e Henrique, a gestão Eurico tem um Diego, um Anderson (atacante), Ely Tadeu, Ygor, etc…

        2) Restaurar as dependências do clube não é um legado. Legado é construí-las. Cuidar delas é uma obrigação para qualquer presidente. Mesmo que não dependa de vaquinha dos torcedores para conseguir isso.

        3) dívidas equacionadas, mesmo que elas aumentem, mesmo que ninguém possa auditar as contas, mesmo que não se saiba o que foi empenhado para se conseguir empréstimos. É…excelente.

        4) Eis o primeiro “legado” real do Dotô: o apoio político da federação mais criticada do país. Já na CBF, a gente viu a representatividade no caso do lado da torcida na Arena.

        Fifa???? HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA.

        5) A “força jurídica” apareceu em que até agora? Ganhar do Flamengo é legado? Meu Deus, como pensa pequeno quem é fã do Dotô!!!

        Só uma coisa: vc percebeu que o Vasco faz a pior campanha da sua história no Brasileiro (e a terceira pior entre todos os times na era dos pontos corridos) e que estamos em vias do terceiro rebaixamento, o segundo com participação do Dotô, né? Ou no Maravilhoso Mundo Euriquete as notícias não chegam?

      • Vários equívocos seus…

        1 – Gestão Calçada? hahaha… Ok. Mas quem mandava no futebol do Vasco na gestão Calçada? Quem era o vice de futebol com plenos poderes? Quem comandava as ações no futebol quando Romário, Edmundo, Felipe, Carlos Germano, etc… surgiram? Só pra não perder a brincadeira, um charuto cubano dos melhores pra quem adivinhar…

        2 – Na verdade, o Doutor Eurico reconstruiu tudo praticamente do zero. Ou você não viu em que estado o clube estava quando ele reassumiu em dezembro passado? O legado de fazer renascer das cinzas o que é nosso é de quem? Outro charuto do bom pra você, que é inteligente e já adivinhou…

        3 – Fazer uma auditoria em cima de apenas 9 meses de gestão, quando tivemos 6 anos que arrasaram o clube. Qual é a prioridade para você? Você pensa no que é melhor para o Vasco, ou só se importa em culpar o Doutor Eurico por tudo de ruim que aconteceu ao clube e procurar qualquer motivo pra isso?

        4 – Ah, vc riu quando eu falei em Fifa? Pois bem… Quando o seu grande ídolo Global Pernambucano abandonou o Vasco indo pra França e deixando o clube com uma mão na frente e outra atrás em 2001, o Doutor Eurico foi à Fifa e conseguiu o ressarcimento pela saída unilateral do seu modelo de capitão, o capitão Disney. Já no caso do Diego Souza, o que o Banana conseguiu??? Onde está o dinheiro que o Vasco tem a receber por ele? Não se preocupe. O Doutor Eurico já providenciou isso…

        http://globoesporte.globo.com/futebol/times/vasco/noticia/2015/01/vasco-vence-no-tribunal-e-arabes-tem-30-dias-para-pagar-por-diego-souza.html

        Cadê o seu riso agora? Pra onde foi? Talvez pra Sibéria…

        5 – Se para um vascaíno ganhar do Flamengo não é bom, então o que é? Talvez melhor mesmo seja ganhar de Coritibas, Avaís e afins, em torneios Da Hora ou Copas do Brasil que mais parecem Sul-Minas…

        Sobre a campanha ruim, ainda há tempo para reagir. A não ser para os que torcem contra só pelo prazer de criticar o maior dirigente da história do clube. E aí? Esperança ou prazer da crítica? Que tal mais um charuto cubaníssimo de brinde?

      • 1 – Entendi…quando o Calçada era o presidente, os méritos eram do VP de futebol. Quando o Dotô é o presidente, os méritos são todos dele. A lógica distorcida dos lobotomizados é impressionante. Vc precisa se decidir: ou os sucessos da base são do presidente ou os quatro ou cinco que vc citou entre 2001 e 2008 são méritos do VP de Futebol dessa época.

        Uma pergunta: se o Eurico mandava tanto como VP, pq sua primeira gestão foi tão horrenda, quando não havia mais o Calçada?

        PS: só pra informar: Romário chegou foi da base entre 81 e 85. Eurico assumiu o futebol do clube em 86. Portanto, tire o baixinho da conta. Aliás, sobre o Romário no início da carreira, a única responsabilidade do Dotô foi a sua venda para o PSV, em 86.Edmundo ainda era da base, mas chegou quatro anos antes do seu ídolo assumir.

        2 – “reconstruiu tudo praticamente do zero” não é nem exagero, é simples maluquice. A quadra e as piscinas estavam em estado terrível, mas apenas essas partes. E o legado da quadra é dos milhares de vascaínos que contribuíram para a reforma, já que a diretoria, incapaz de gerar recursos por ela própria, precisou apelar para uma vaquinha. Vaquinha essa, que aliás, rendeu mais dinheiro do que foi pedido e o Dotô, que não faz a menor questão de ser transparente com o dinheiro do Vasco, não deu qualquer prestação de contas.

        3 – A prioridade é que os gestores do clube sejam responsáveis com o dinheiro do Vasco. Não há qualquer impossibilidade em se auditar as contas antigas e fazer uma auditoria das atuais. Não tem nada a ver com culpar ninguém, amiguinho. Tem a ver com saber a quantas andam as finanças do clube. Óbvio que, pra vc, isso não faz a menor diferença. Até pq as euriquetes aprovam até o perdão de dívidas milionárias do seu mentor.

        4 – nessa, me desculpe, mas vc ou é mal intencionado ou é apenas burro. O próprio link que vc indicou mostra que o processo começou em 2012. Como vc parecer ser ignorante sobre o assunto – ou apenas se faz para defender o seu ídolo – saiba que esse tipo de processo é demorado, com uma média de dois a três anos para ser resolvido na esfera da FIFA. De qualquer forma, é engraçado vc mostrar esse link e ignorar completamente um mais recente, mostrando que a “influente” diretoria do Dotô tomou um balão dos árabes: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/vasco/noticia/2015/02/al-ittihad-nao-paga-e-vasco-volta-para-fifa-em-cobranca-por-diego-souza.html

        5 – ganhar do Flamengo é bom. Mas não é melhor que um título, a não ser para as euriquetes insanas. Mas esse item foi legal para vc mostrar o quanto vc é vascaíno: desmerece um título nacional inédito para o clube e compara isso à vitórias que nem títulos contra o rubro-negro que sequer títulos nos deram. E isso, claro, como todo euriquete, esquece de citar que a Copa do Brasil que vencemos contava com Palmeiras, Atlético-MG, São Paulo, Flamengo, Botafogo e Atlético-PR. Se eles não chegaram a disputar com o Vasco foi pq não tiveram competência pra isso.

        Mas é compreensível sua atitude. As euriquetes detestam a Copa do Brasil. Tanto que acham normal serem eliminados, em casa, por Baraúnas, XV de Campo Bom e Gama.

        Sobre a campanha ruim, ainda dá pra recuperar. Mas HOJE, no momento em que vc mandou seu comentário, temos a terceira pior campanha de todos os tempos nos pontos corridos. E é fácil falar em “esperança”, quando todos sabemos que as euriquetes sumirão caso o rebaixamento aconteça.

      • JC, esse Silvano só pode ser alguém zoando com a nossa cara. Não é possível uma pessoa vomitar tanta fezes pela boca como ele fez.

      • A primeira frase já descredencia o sujeito… lamentável… que praga é essa que assola o Vasco?!??

  5. E o mais importante, quem puder de associar tem que se associar para poder votar nas próximas eleições e tirar aqueles vermes de lá. Nossa oposição tbm é muito fraca, eu assisti um entrevista no Programa A Voz do Vascaino na qual perguntaram ao Brant o que ele tinha votado não sabia nem o que.
    link da entrevista: https://www.youtube.com/watch?v=qQIMUU1L3wA

    Está na hora dos vascainos de verdade (sócios, torcedores de arquibancada, torcedores de gato net, enfim todos aqueles que amam o Vasco sem querer nada em troca) montarem um grupo politico de verdade e tomarem o clube das mãos dos aproveitadores da situação e da oposição.

    • Ali ficou o dito pelo não dito. O Brant falou que votou fechado com a oposição e o participante da mesa disse que ele não tinha votado. Não vi o programa inteiro, mas o participante mostrou o registro que o Brant cobrou? Se não mostrou, é o dito pelo não dito.

      De qualquer forma, nem o Brant se posiciona como candidato às próximas eleições. Nada garante que ele será o nome de oposição que concorrerá.

      • Pois é acabou ficando mesmo o dito pelo não dito, mas eu achei aquela entrevista dele um tanto confusa.
        Primeiro ele disse q não estava ali como candidato, depois quando o Wimmer falou que achava ele fraco como candidato, o Julio respondeu : -É só vc não votar em mim na próxima eleição.
        Ué !!! Ele é candidato ou não é afinal de contas? Ele deveria ter respondido: – Eu não vim aqui como candidato vim como conselheiro.
        Seria uma resposta à altura sem precisar se contradizer.

        Outra parada que ficou confusa , foi quando perguntaram pra ele se o Eurico saindo da presidência esse ano, se assumiria o vice ou se haveria outra eleição. Ele respondeu que assumiria o vice quando na realidade segundo o estatuto seria convocada novas eleições.

        Outra parada que ficou confusa , foi quando perguntaram pra ele se o Eurico saindo da presidência esse ano por motivo de saúde, se assumiria o vice ou se haveria outra eleição. Ele respondeu que assumiria o vice quando na realidade segundo o estatuto do Vasco, seriam convocadas novas eleições.
        O cara é conselheiro, quer ser presidente e nem conhece o Estatuto do clube direito.

        Mas enfim, acho que deveriam haver mais entrevistas como essa e até mesmo quem sabe um debate para o torcedor escolher de forma correta o próximo presidente. Uma terceira gestão amadora em menos de 20 anos sacramentaria o fim do Vasco.

      • Ao ver essa entrevista eu fiquei mt desanimado pq mostra a clara desunião do Vasco. Nem vou citar nomes, mas ficaram numa discussão besta se votou ou não, que realmente é uma perda de tempo…

    • Eu vi o programa e discordo do amigo BJ.
      O “radical” interlocutor Eduardo Wimmer, não fez nenhuma “pergunta” ao Brant. Fez apenas “afirmações”. As “respostas” do Brant foram ignoradas pelo interlocutor “radical”, que, EXPLICITAMENTE, não gosta da Cruzada Vascaína e não fez nenhuma questão de esconder isso. Portanto, suas “afirmações” sem comprovação, ficaram no “território” do “achismo”, da “opinião pessoal” e se demonstraram claramente “contaminadas” por sua aversão ao grupo de oposição em objeto.
      O “revoltado” Wimmer não me pareceu uma pessoa “equilibrada”, “ponderada”, não havia imparcialidade em suas “afirmações” e, portanto, não dava para levá-las em consideração.
      Não conheço pessoalmente o Julio Brant, mas acompanhei, pela mídia, todas as suas idéias e propostas. Além de ser um sujeito despolitizado e afastado da MESQUINHARIA POLÍTICA que habita o interior de São Januário,há indiscutível FUNDAMENTAÇÃO em seus projetos e, POR ISSO e por sua COMPROVADA E FESTEJADA COMPETÊNCIA GESTORA (reconhecida até NO EXTERIOR), me pareceu DE LONGE nossa melhor opção para gerir o Vasco e tentar nos tirar da GRANDE MERDA em que nos enfiaram as duas últimas gestões; com a PRIMEIRA E PIOR DELAS (para mim) recolocada no poder, para “terminar o serviço” de EXTERMÍNIO DE UM GIGANTE.
      O “projeto” do atual novo/VELHO presidente, como afirmado pelo próprio, era …”ele”. O resultado está aí, para “festejarmos”. Sua PÉSSIMA gestão anterior, já era uma ÓTIMA FOTOGRAFIA do que deveria ser a atual. Mas aquelas MÚMIAS do conselho (?), estão em sua MAIORIA com o RABO PRESO, com esta gente mesquinha interessada SÓ NO PODER, e nossas possibilidades de ficarmos ainda pior do que já estamos são ESTRATOSFÉRICAS.
      O que nossa torcida precisa fazer, URGENTEMENTE, é “fretar um Jumbo” para a SIBÉRIA, com “passagens só de IDA”, e dar um jeito de colocar neste avião o presidente FANFARRÃO E INCOMPETENTE, sua prole e todos os seus seguidores.

    • BJ, não sei se o Brant iria conseguir colocar as ideias que lança em prática, o que sei é que é até covardia com os outros dois candidatos a comparação. Brant se expressa melhor e me parece infinitamente mais preparado que Eurico e Roberto Monteiro, o que também não é grande vantagem. Repito, daí a fazer na prática sao outros quinhentos. Poderia ser um desastre? Sim, da mesma forma que o Eurico está sendo em termos de resultados do futebol. Em termos de finanças não sei como vai a gestão Eurico.
      E concordo com o Paulo Sérgio, ele ser algo novo na política do Vasco não é um defeito, é uma qualidade.
      Vi esse debate ao vivo e acho lamentável a postura raivosa de certas pessoas, que até entendo serem vascaínas mesmo, mas me parece que mágoas pessoais e amizades estão ditando a política do Vasco, pelo menos é o que parece vendo de fora. Também observo que sao discutidas, muitas das vezes, questiúnculas, coisas tacanhas. Vendo essas coisas, cada vez mais entendo a razão da situação atual do Vasco.

  6. Nunca duvidei que o compromisso desse presidente e sua diretoria com a transparência seja ZERO!
    O Vasco tornou-se um feudo autoritário!
    Infelizmente estamos caminhando para que o clube torne-se em algum tempo um novo Bangu, Portuguesa, Botafogo… E a diretoria vai trabalhar para que o feudo vire uma capitania hereditária.
    A que ponto chegamos!

    • É inacreditável o que acontece no Vasco… É tão bizarra essa administração, em pleno 2015. Como foi bizarra a Gestão Banana também. São muito incapazes de viver nos tempos atuais, incompetentes demais.
      Aí começo a ler comentários de torcedores do Eurico FC , que vivem num mundo paralelo, e o cara fala em Patrimônio, sabe nem o que é isso, confundem uma parte com o todo. Vasco tem passivo a descoberto, vende tudo, todos os bens e direitos e não paga as dívidas. E isso, até o último balanço da gestão Eurico indicava. O primeiro da gestão dinamite, após auditoria, apontava, se não me falhe a memória, passivo de 377 milhões ao final de 2008. E esse montante gigante sem ter investido, nem na reforma de Sao Januário, nem num CT.
      Vasco não têm, até hoje, um centro de treinamento, inacreditável, Vasco é um clube atrasado com imagem desgastada por todo o Brasil. O Marlone falou que passava fome na base da gestão Dinamite no Vasco. Jogador reclamar que faltavam refeições, que estrutura é essa? Eram duas e o jogador que passe fome nos intervalos. Não acho que ele tivesse motivo pra mentir. Não adianta querer viver numa bolha, num mundo de faz de conta. O São Paulo, por exemplo, já tinha um CT em 89. Sem um CT a base nunca mais baterá de frente com os outros grandes clubes do Brasil, nunca mais, vai revelar isoladamente, esporadicamente, não fruto de trabalho consistente. Os jogadores não buscarão o Vasco, só os garotos não aprovados em vários outros clubes antes, ou seja, o mais fracos.
      O Vasco hoje é chacota nacional com uma campanha medonha no brasileiro, sua torcida diminui absurdamente, acreditem os que moram no Rio, há 15 anos Vasco era muito mais forte, torcida nao se renova mais em várias praças com a mesma força, e ainda existe essa guerra interna no clube, é impensável. E não vão parar. A situação, por ser maioria absoluta, acho que deveria tentar unir o clube, mas não, ainda adota uma postura de arrogância e meio que de revanchismo, e mais, parece que tem sentimento de posse.
      Bom, deixa pra lá, já escrevi demais, não vale a pena mais não, quem manda no clube são eles mesmos, pra eles está tudo ótimo, o mundo inteiro está errado, eles estão certos, está tudo maravilhoso, o Vasco faz a pior campanha de sua história e não há incompetência alguma, devemos isso ao acaso….não vou adoecer por causa dessa insanidade não….

      Obs.:quando as próximas pesquisas de torcida apontarem o Vasco perdendo mais postos, não adianta reclamar com a Globo não, o mercado aceita essas pesquisas. Negociar com patrocinadores será mais difícil, vai complicando cada vez mais….

  7. Pingback: Piores, mas nem tanto | Blog da Fuzarca

Concorda, discorda, gostou? Opine você também.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s