O erro do otimista (ou nivelando por baixo )

otimismoSport e Goiás lideram o Brasileirão. Dos sempre apontados como favoritos, os gambás são os melhores colocados, mas não conseguiram ganhar nem do Fluzim. Galo, São Paulo e Santos perderam para times menores. O Palmeiras, cheio de bons jogadores, está com dois pontos apenas. O Inter está na parte debaixo da tabela e o Cruzeiro na zona de rebaixamento (fazendo companhia aos mulambos, que volta e meia é apontado como um dos postulantes ao título, basta que “cheguem alguns reforços”).

Ah, sendo assim, a campanha do Vasco não é ruim! Estamos jogando na média dos outros times, estamos invictos e o time está “encaixado”. Só falta acertar o gol para deslancharmos. Não vamos ter problemas nesse Brasileiro!

Esses são os argumentos dos vascaínos otimistas. E como não existe lógica no futebol, suas previsões podem sim se concretizar. Mas os argumentos utilizados são falaciosos e não refletem a realidade, nem de um campeonato com 38 rodadas, nem do próprio Vasco.

O campeonato estar no começo é um dos pontos que nos favorece? Relativamente, já que esse começo não é uma vantagem apenas para o Vasco. Um monte de times que estão na parte de baixo da tabela também pode se recuperar e a olhos vistos têm mais recursos que nós para isso. Inter e Cruzeiro, terminada a Libertadores, certamente renderão mais. Os gambás e o São Paulo estão com problemas extracampo (o primeiro, com salários em atraso, o segundo, sem um treinador), e ainda assim bem próximos à ponta da tabela. O Galo teve duas partidas fora e na que perdeu, foi superior o tempo todo. Santos e Palmeiras têm bons elencos e ainda têm lenha pra queimar na competição.

Já o Vasco, por mais que nos esforcemos para ver que não jogamos mal apesar dos três empates, é isso aí. O time até pode ter o tal do encaixe, mas é o mesmo encaixe que apresentamos no Estadual. Tanto que o time joga da mesma forma, com as mesmas – poucas – qualidades e os mesmos – em maior quantidade – defeitos. Estamos invictos, não jogamos mal e merecíamos vencer as três partidas que tivemos? Podemos concordar com isso, mas a impressão que temos é que jogamos no nosso limite. Mais que isso, com esse elenco que temos, será difícil.

Não falta ao Vasco acertar o gol para termos um desempenho melhor no Brasileiro. Isso nos falta desde o Estadual. Fomos campeões, mas nosso ataque foi um problema ao longo de todo Carioca. A falta de um meio de campo que articule jogadas e de laterais que consigam concluir jogadas de linha de fundo foi o que causou nossa dependência das bolas paradas. Em um campeonato do nível do Carioca, conseguimos o título. No Brasileiro, mesmo que “nivelado por baixo” como argumentam os otimistas, isso não vai ser o bastante. Prova disso? Três rodadas, três empates e o único gol que fizemos foi….num lance de bola parada.

Quando o torcedor acredita que o Vasco se sairá bem no Brasileirão porque os outros times são ruins, quem está nivelando por baixo é o próprio torcedor. É querer acreditar que os outros times não jogarão mais do que estão jogando agora e que apenas nós vamos ter uma melhora significativa. Crer nisso é um perigo, que se ficar apenas com a torcida nem é tão ruim. O problema é se a diretoria também engolir essa historia e não se movimentar para trazer reforços. Temos um time esforçado? Temos, mas isso não é o bastante para livrar ninguém de complicações no Brasileiro.

O engano do otimista é achar que o Vasco não vai ter problemas porque os grandes clubes estão mal. O que deve servir de exemplo não é o Cruzeiro no Z4 ou o Galo perdendo para o Furacão, e sim o Sport, Goiás, Atlético-PR, Ponte, Chapecoense e Avaí, que estão acumulando pontos que podem ser importantíssimos no fim do Brasileiro. Os pontos que perdemos, principalmente nos empates na Colina, se não farão falta para nos garantir na Série A, poderiam fazer a diferença em objetivos mais nobres, como uma vaga na Libertadores.

Isso, claro, se Doriva conseguir fazer seu time jogar mais com os jogadores que tem ou se a diretoria se virar para reforçar as posições mais carentes da equipe.

Anúncios

28 pensamentos sobre “O erro do otimista (ou nivelando por baixo )

    • Ué….pra mim, vc sequer leria a resposta.

      Mentira, eu sabia que vc leria. Vcs todos fazem isso.

      Falo besteiras, como qualquer pessoa. Mas se me questionam, defendo meus pontos de vista. Já vc e os outros torcedores de dirigentes não fazem isso nunca. Isso pq argumentam com inverdades, especulam toscamente e não têm como defender o indefensável.

  1. Assumiram em 2001, numa fase terrível, com recursos reduzidos, cotas de tv antecipadas, sem possibilidade de renegociação e na vigência da lei edson, falar que assumiu o Vasco numa fase de ascenção é piada…
    A fase de 2001 a 2005 assemelha-se ao período de 1976 a 1980, asim como a fase de 2006 a 2010 provavelmente seria semelhante ao período de 1981 a 1985, algo na faixa de 1 título a cada 5 anos.
    A fase de 1986 a 2000 levou o Vasco a patamares superiores com 6 cariocas, 1 rio-sp, 3 brasileiros, 1 libertadores e 1 mercosul, algo na faixa de 4 títulos a cada 5 anos.
    O Vice-Presidente de futebol do período de 1986 a 2000 prestou relevantes serviços para que o Vasco tivesse um desempenho fantastico
    O Presidente de 2001 a 2007 manteve o Vasco dentro de seu desempenho habitual.
    O presidente de 2008 a 2014 rebaixou o Vasco em 2008 e 2014.

    Simples assim. Encerro dizendo que inteligência por inteligência, entre eu e você, sou mais eu….

    • Eis os sinais da sua inteligência, demonstrados claramente pelo seu comentário…

      1) fala que 2001 era uma fase terrível por conta de recursos reduzidos (mesmo com o Vasco tendo patrocínios vigentes da gestão anterior, dívidas bem menores e na pior das hipóteses, um monte de bons jogadores para possíveis negociações, ), reclama de cotas de TV antecipadas (prática feita a torto e a direito pelo próprio Eurico) e na vigência da Lei Pelé (o que atingia todos os clubes, que tirando outros 4, recebiam cotas menores da TV que o Vasco e ainda assim tiveram muito mais sucesso nos anos seguintes). Engraçado vc falar isso tudo, já que serve como desculpa para o seu ídolo, mas não para o Dinamite, que pegou o clube num cenário ainda pior.

      2) fala em “ascensão” – aliás “ascenção” – quando eu falei em “período mais vencedor da história”. Eurico assumiu o cargo em 2001 e o Vasco, nos ´4 anos anteriores, ganhou uma Libertadores, dois Brasileiros, uma Mercosul, um Rio-SP e um estadual. Se essa não foi uma das fases mais vencedoras do clube, ou vc não conhece nada do Vasco ou para avaliar títulos vc é bem mais exigente que para avaliar o trabalho do Dotô.

      3) Como na estapafúrdia analogia de pontos na terceira rodada em 2014 como comparação aos pontos na terceira rodada desse ano, entabulou outra análise estatística sem a menor lógica, baseada em número de títulos no passado e suas suposições do que iria acontecer baseado nisso, como se o que determinasse o sucesso de um clube fosse a sazonalidade, não a competência dos seus dirigentes.

      4) Pior ainda, mostrou mais uma vez o quanto espera do Vasco, achando o desempenho de 2001 e 2007 como habitual por causa de um mísero estadual. Mesmo que nesse período tenhamos sido eliminados por XV de Campo Bom, Baraúnas e Gama na Copa do Brasil, que tenhamos três vezes na quinta colocação no Estadual e em outra na NONA colocação, a pior da história do clube. Mas isso é natural, já que para todo euriquete que se preze, basta o time não cair no Brasileiro que já está ótimo. Exatamente como um torcedor do Criciúma, Avaí, Náutico ou outros que se dão por muito satisfeitos em se manter na elite.

      5) Pra terminar, faz bem vc em preferir a sua inteligência, já que para seu azar não existe transferência de intelecto. No mais, vc preferir a sua inteligência só reforça a impressão que vc mesmo criou sobre si mesmo.

      PS: NUNCA desmereci o trabalho do Eurico como VP de futebol. Agora, defendê-lo como presidente é aprovar a gestão do Vasco entre 2001 e 2008. O que também mostra sua satisfação com o Vasco tendo um desempenho ínfimo diante da sua história.

      • Caiu na armadilha, escrevi ascensão com ç de propósito só para ver se vc citaria o erro de português, não deu outra…
        Também errei no ano do rebaixamento, mas acho que esse vc não percebeu…
        Esperava mais da sua reposta…

        Menos 1 leitor, boa sorte…

      • Menos um a falar besteiras. E não ter qualquer argumento para justificar as mesmas.

        Cai na armadilha, né? Tá bom.

  2. Sport e Goias na ponta da tabela?Olha o BOM E BARATO aí gente.
    O que nao falariam,nesse blog,se o Vasco tivesse recontratado:Diego Souza,Wendel e Fabiano Eller?Pois é eles sao os lideres do brasileirao.
    Já tem varios clubes da serie A,copiando o Vasco,contratando tecnico “bom e barato”:Flu,Fla,Bota,Santos,Coritiba,Gremio e
    Sport,
    Enquanto isso tem tecnico caro e rodado desempregado:Felipao,Luxa,Roth,Mano,
    Geninho,Autuori,Falcao,Carpegiani,Renato Gaucho,Joel Santana

    • Vamos ver o que será desse comentário fim do campeonato. Isso, sem comentar a comparação entre os jogadores citados e as contratações do Vasco.

      PS: vale lembrar que se fosse pelo desejo do Eurico, nosso técnico seria o Celso Roth.

      • Neste momento, o melhor a fazer é pedir a opinião do ex-ídolo.

        Ele saberia o que deveria estar fazendo….
        O que deveria estar buscando….

        A sigla maldita nos levou ao inferno e com o seu apoio!!!

        Por que voce apoiou as pessoas que fizeram esse mal ao Vasco?

      • Vamos esclarecer as coisas por aqui.

        Apoiei a primeira candidatura do Dinamite, já que era a única de oposição à época.

        Apoiei pq ão queria mais ver o Vasco comandando por quem aumentou absurdamente as dívidas do clube, quem não conseguiu um patrocínio decente em quase oito anos, por quem prejudicava a imagem do clube vivendo em guerra com a imprensa (o que explicava a falta de patrocínios), por quem pegou o Vasco numa das fases mais vencedoras da sua história e só montou times ruins, passou por eliminações vexaminosas e só conseguiu um carioca.

        Após os primeiros três anos do Dinamite e todos os seus erros, eu já não o apoiava. Tanto que não indicava para ninguém o voto nele. A tentativa de atribuir a mim um apoio à gestão anterior só posso considerar de uma maneira: algo ridículo e completamente fora da realidade.

        O que acontece: eu torço para o Vasco, não para dirigentes. Então, se um presidente teve uma gestão ruim, não tenho porque apoia-lo em uma nova eleição. É simples assim.

        Já vc, das duas uma: ou acha que os anos entre 2001 e 2008 foram maravilhosos (o que mostra o que pouco vc espera de um clube com a grandeza do Vasco) ou vc torce mais pelo Eurico que pelo Vasco. Porque vc continua apoiando as pessoas que passaram mais de sete anos fazendo o mal para o Clube. E – algo que a limitação intelectual de muitos parece não permitir compreender – o fato do Dinamite ter feito ainda mais mal ao Vasco que o Eurico não faz da primeira gestão do Dotô uma maravilha.

        Se vc ainda não entendeu o que eu quero dizer, avise. Posso arrumar umas ilustrações ou gráficos pra tentar ajudar.

  3. “Isso, claro, se Doriva conseguir fazer seu time jogar mais com os jogadores que tem ou se a diretoria se virar para reforçar as posições mais carentes da equipe.”…
    O problema maior, JC, é que está, a cada dia, mais difícil continuarmos acreditando em qualquer das duas hipóteses.

  4. Pingback: (Já que veio) sucesso, Riascos! | Blog da Fuzarca

  5. Nenhum de nós está no dia a dia pra opinar ao certo que pode ser melhor que A ou B, mas o que me causa mais revolta não são só os titulares. É ver o banco, e consequentemente as alterações feitas ao longo dos jogos. Sempre os mesmos jogadores.
    Então pra quê temos quase 40 jogadores no elenco?
    Sai Dagoberto, entra Yago, ou Thalles. Sai Marcinho, entra Bernardo, ou Jhon Cley.
    Repito, não sei quem pode ser melhor que A ou B, mas será que o Emanuel Biancucci foi contratado e não vai jogar? Ele não é meia?
    De qualquer forma, precisamos de um bom meia, e por favor, sem Casalbertos da vida…

  6. JC, vc só esqueceu de mencionar aos otimistas que 03 rodadas representam quase 10% do campeonato e se o Vasco não quiser brigar na parte de baixo da tabela, o que convenhamos, nossa torcida não merece mais esse desespero, nosso time terá que demonstrar algumas variações táticas no ataque, coisa que não acontece, algumas formas de envolver adversários, o que passamos longe, pois nosso time é totalmente burocrático e lento no ataque !!!
    Ademais, considerando que o próximo jogo é contra o Galo, fora de casa, é bastante provável que iremos perder a invencibilidade !!!

  7. Falta variação tática! Mas o que mais falta no Vasco é quem saiba correr e chutar certo, ou seja, jogador de futebol. Os caras só têm tamanho, não conseguem correr e chutar ao mesmo tempo.

  8. A diretoria mais do que nunca vai estar no dia-a-dia buscando os reforços necessários. Essa ação será conduzida com o maior respeito para o Vasco estar sempre estar sendo respeitado.
    Não se preocupe!!!!

    • Se vc me disser pq não devo me preocupar, agradeceria…

      É pelo trabalho feito na gestão anterior? Quando sempre apareciam veteranos sem espaço e apostas em jogadores em má fase ou de times menores?

      Ou é pelo trabalho atual, quando contratamos 40 jogadores, não utilizamos nem 30, a maioria vindo de clubes pequenos e com carreiras inexpressivas (sem contar a continuidade com os veteranos e apostas)?

      Uma coisa é ser fã de dirigente e confiar no trabalho deles. Outra é especular em cima da esperança a despeito do que já foi feito. Pq essa é a única razão para vc acreditar no que diz.

      PS: adorei o gerundismo do “mais do que nunca vai estar buscando…“. Talvez seja uma homenagem (ou ironia) ao último presidente. O que seria engraçado, já que até o Dinamite conseguiu montar times melhores que o atual.

      • Ano passado na SERIE B, com 3 jogos o Vasco tinha 4 pontos.

        Esse ano na SERIE A, com 3 jogos o Vasco tem 3 pontos.

        Se continuar assim, vamos repetir o ano passado e acabar o campeonato com 62 pontos. A única diferença é que a campanha desse ano será na SERIE A.

        2014 – Vaga na SERIE A.
        2015 – Vaga na Libertadores.

        O ex-ídolo montava bem os elencos, mas os jogadores não ajudavam e o Vasco foi REBAIXADO 2 VEZES, coitado era um azarado…

      • Nem um euriquista, por mais cego que seja, pode achar que esse tipo de comparação tem alguma lógica. Espero isso, pelo menos. Afinal de contas, fanatismo tem limite.

        Vc esqueceu de um fato importante: o elenco que caiu na primeira vez foi montado pelo seu ídolo Eurico Miranda.

        PS: como eu já imaginava, dar uma razão lógica para a confiança na contratação de reforços decentes não foi dada. Talvez pq ela não exista.

      • Esse ai tá louco da silva hahahah olha a analogia e a lógica dele.. Ta parecendo minha comparação irônica no blogdafuzarca sobre os empates necessários p nos livrar do rebaixamento.
        Com a diferença importante q ele não está sendo irônico!

      • Se o Dinamite conseguiu montar times melhores que a diretoria atual, então você gostaria da volta dele?? É isso????
        Só para efeito de comparação, veja a classificação do Vasco no carioca de 2009 (1 carioca do Roberto) e do Vasco no carioca de 2015 (1 carioca do Eurico)…

        Abraços!

      • De onde vc tirou essa relação, confesso, não imagino. Vcs euriquistas são muito criativos.

        Já deixei isso muito claro em todos os lugares que escrevo: por mim, Dinamite e Eurico poderiam sumir do clube abraçados. Talvez aí os dois piores dirigentes da história do Vasco não voltassem ao poder.

        Pra terminar,só responder a sua comparação: veja a classificação do Vasco na Copa do Brasil de 2004 (3ª da gestão Eurico) e a de 2011 (3ª do Dinamite). Pra refrescar sua memória, em 2004 nosso último adversário foi o XV de Campo Bom. Em 2011 foi o Coritiba.

  9. Perfeito JC! Na minha humilde opinião precisamos de dois meias de criação e dois laterais, um esquerdo e um direito. Na frente,acredito que se vierem os meias de craição , tanto Giba quanto Thalles darão conta do recado…

      • Vc disse tudo… RARAS chances.. ai o cara tem que ter um aproveitamento pra lá do normal, coisa difícil de ver nos atacantes de hoje em dia, concorda? Acho que com um numero maior de bolas enfiadas pra ele o aproveitamento tende a melhorar, pois ele é centro-avante de ofício(fominha de gols).
        Acabei de ver que Riasco foi contratado. Pra que? se não temos meia de ligação!?? Vai passar “fome” idem ao Giba.

  10. Concordo com tudo que foi escrito, precisamos no mínimo de três reforços titulares, um homem de criação um lateral esquerdo é um atacante.

Concorda, discorda, gostou? Opine você também.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s