Querendo aparecer

Como falei no Blog da Fuzarca hoje, o Vasco é campeão estadual com toda justiça. Doriva e seus comandados fizeram por merecer a conquista com seu trabalho e empenho dentro e fora de campo.

Mas é preciso que se diga: o mérito, é DELES. Da comissão técnica, por transformar um grupo que tem evidentes limitações em uma equipe competitiva e dos jogadores, que em sua maioria, superaram essas limitações com muita determinação.

Acontece que, principalmente desde que eliminamos a mulambada da competição, o presidente do clube procura desesperadamente um protagonismo na conquista que não parece ser corroborado pelos fatos. E não poderíamos esperar nada diferente de quem sempre agiu dessa forma. Se Eurico pretensiosamente se considera a personificação do Clube, por que não se consideraria mais importante que o próprio time ao ganhar um título?

Pelo que vi ontem na Arena, muitos torcedores – em quantidade bem superior do que eu imaginava – compram essa ideia. As placas e faixas exaltando o bordão “o respeito voltou” revelam algo que eu temia e venho falando aqui no Vasco Expresso já há algum tempo: boa parte da torcida tira o mérito da campanha vascaína de quem merece para credenciar quem não tem esse direito.

Mas eu falei em fatos e vamos a eles:

Na prática, qual é a participação da diretoria na conquista? A contratação do Doriva e manter os salários em dias é um ponto positivo e que deve ser levado em consideração. Além disso, foi a diretoria que contratou e montou a equipe campeã. O problema é que, tirando a empolgação pelo campeonato, o que a diretoria fez foi contratar um monte de jogadores de qualidade duvidosa e que obrigaram o Doriva a tirar leite de pedra para torná-los uma equipe realmente postulante ao título. Nesse quesito, o mais importante na minha opinião, a diretoria e seu presidente fizeram um trabalho muito chinfrim. Na dezena de contratações feitas, apenas quatro renderam: Madson, Julio dos Santos, Dagoberto e Gilberto. Se formos julgar pelo resto dos “reforços”, deveríamos mais reclamar das dificuldades que passamos ao longo do Carioca que elogiar a equipe montada pela atual gestão (que, na verdade, tem sua base herdada da gestão anterior).

Aos que consideram que a “volta do respeito” é a influência do presidente na Federação, só um recado: isso é corroborar as teorias conspiratórias da imprensa, que acusam o Vasco de ter sido favorecido no campeonato. O que é outra injustiça com o time, que foi mais garfado que ajudado pelas arbitragens, inclusive nos jogos decisivos. O respeito voltou por causa de pênaltis marcados contra o Friburguense, mas não apareceu na hora de expulsarem o Jonas ou o Cirino na semifinal contra a Mulambada. Ou mesmo ontem, quando o último defensor do Botafogo segurou acintosamente o Dagoberto e levou apenas o amarelo. O respeito que o Vasco precisa não é o de ter a seu favor penalidades duvidosas contra pequenos. É de ter equipes que possam vencer qualquer adversário, seja pequeno ou grande, sem depender da ajuda da arbitragem.

A torcida tem todo o direito de fazer a festa por um título que esperamos longos 12 anos para comemorar e que conquistamos com toda a justiça dentro de campo. Mas seria muito mais correto se agradecêssemos a quem fez o título acontecer e não a quem só entra em campo para ganhar a fama com o trabalho dos outros.

***

Mas o trabalho da diretoria não merece apenas críticas. O título acabou confirmando a avaliação que eu tinha sobre essa segunda gestão Eurico: se não é a ideal, está sendo muito melhor do que se esperava. Podemos até afirmar com segurança que a segunda presidência do Dotô precisou de meros cinco meses para fazer mais do que fez em toda a sua primeira gestão.

Senão vejamos: entre dezembro de 2014 e maio de 2015, o Vasco conquistou um Carioca e fechou patrocínios de mais de R$ 20 milhões. Ou seja, a mesma quantidade de títulos e muito, mas MUITO mais em investimentos (0 que pode até aumentar caso a novela Caixa tenha um final feliz) que entre 2001 e 2008.

É motivo para se comemorar, mas também joga mais responsabilidade sobre os ombros da diretoria. O Brasileirão está ai e ninguém – ou quase ninguém, já que há quem se contente em apenas se manter na primeira divisão – que ver Vasco apenas brigando para não cair. Até agora, Eurico e seus comandados tem tido resultados melhores que na sua primeira gestão. É preciso manter o que há de bom no trabalho feito até agora para não vivermos de felicidades raras, como foi na sua primeira chance no comando do clube.

Anúncios

54 pensamentos sobre “Querendo aparecer

  1. Veracidade dos fatos:
    Voce escreveu:fora de campo=treino tatico,musculaçao etc,etc.Ate aonde eu sei treino tatico é no campo e nao fora do campo,a nao ser que voce considera treino tatico a prancheta,a lousa ou o campo eletronico,usados nas concetraçoes como treino tatico.Muitos treinadores gostam de usar o campo reduzido pra treinar o esquema tatico.
    Voce tambem menciona que em 60 ediçoes do campeonato brasileiro apenas 3 ou 4 times do chamado bom e barato chegaram lá,quando na verdade ja foram disputadas 55 ediçoes.Acho que a sua cabeça estava na Europa onde esta sendo celebrado 60 anos da Copa dos Campeoes da Europa.
    Essas 55 ediçoes foram iniciadas em 1959.O Bahia foi o primeiro campeao que na epoca se chamava Taça Brasil.
    Quanto a Copa do Brasil uma correçao.Ela foi iniciada em 1989 portanto ja tivemos 25 ediçoes e nao 27 como voce escreveu.
    No campeonato brasileiro,os times do bom e barato ja disputaram 18 finais sendo 4 campeoes e 14 vice campeoes.
    .Na Copa do Brasil foram 15 finais,5 foram campeoes e 10 vice campeoes,num total de 33 finais.
    Se contarmos todas as ediçoes dos 2 campeonatos teremos 80 ediçoes.Se em 32 ediçoes os clubes,sem medalhoes,chegaram as finais,entao o saldo é altamente positivo.

    • Essa discussão se encerra aqui pq vc conseguiu se superar no quesito limitações intelectuais. Pq, além de não entender o que lê, aparentemente também não sabe ler.

      1) já havia explicado o que eu quis dizer com “dentro de campo“. Não é preciso ser muito brilhante para entender que estava falando das partidas, que é onde os títulos são decididos. QUALQUER outro trabalho da equipe não entra nessa conta. Eu tinha explicado isso, mas parece ser um conceito muito complexo pra vc.

      2) Depois das dificuldades de leitura, vc mostra ter problemas com aritmética simples…

      Copa do Brasil: se ela começou em 89 e estamos em 2015, estamos disputando a 27ª edição da competição. Não é tão complicado. Use os dedos pra contar em caso de dificuldades.

      Campeonato Brasileiro; eu disse EM QUASE 60 edições. Como estamos disputando a 59ª edição, não vejo qualquer erro na minha afirmação. Mas vamos novamente aos dedinhos:

      Taça Brasil (1959-1968)= 10 edições.
      Roberto Gomes Pedrosa (1967-1970) = 4 edições.
      Campeonato Brasileiro (1971-2015) = 45 edições.

      Pegou a calculadora? Somou tudo certinho?

      3) Sinceramente não sei de onde vc tirou 18 finais entre “bons e baratos” na Copa do Brasil. Mas ok. Então pra vc, 9 campeões em 84 disputas de final (aprendeu a somar os campeonatos já? Eu tirei a Copa e o Brasileiro desse ano, que ainda não terminaram), o que dá pouco mais de 10% de conquistas é um saldo ALTAMENTE positivo?

      Ah, sim…vc está contando com os vice-campeonatos, né? Tá certo.
      Então façamos o seguinte, gênio: se pra vc, 32 finais (números seus) entre bons e baratos e times mais fortes é um bom desempenho, coloque na conta os rebaixamentos de times bons e baratos x times mais fortes. Ou o “saldo altamente positivo” dos times de baixo orçamento só contam nas vitórias?

      Olha, essa discussão acabou. Primeiro pq seus argumentos são muito fracos. E depois pq vai entrar outra coluna hj. Aí vc vem defender de novo seu presidente favorito, mas em outro assunto.

  2. Aqui acima está escrito: Concorda,discorda,gostou?opine voce tambem.Ai na sua resposta voce diz o seguinte:”…. os leitores que tem mais dificuldade para compreender as coisas sao os que mais tem disposiçao pra manter discussoes inuteis.Sera isso contradiçao?
    Se a discussao é inutel o texto é o que?
    Ja entendi.Quem discuti,quem discorda e mostra que o que foi lido nao condiz com a veracidade dos fatos,esses nao compreendem o que leem. ,esses sao azarentos.Agora,aqueles que escrevem elogios e dizem amem pra tudo que voce escreve,esses sim trazem sorte pra voce,nao é?

    Sei nao mas tenho a impressao que voce nao sabe lidar nem com as critcas e nem com o contraditorio.

    • Mais uma vez vc mostra que não entendeu o que está escrito. Não disse que discussão é inútil. Disse que a discussão que estamos tendo é. São coisas diferentes.

      Agora, achei engraçado vc falar em “o que foi lido não condiz com a veracidade dos fatos“. Vc não fez isso em momento algum, rapaz. Desde o começo vc fala do que entendeu sobre o texto (começou falando que eu reclamei do Eurico entregar a taça, depois apontou o que julgou ser contraditório no texto ate que tive que explicar pq tais contradições não existiam). E, pior, entendeu tudo errado.

      Seu único argumento para mostrar a “vericidade dos fatos” é dizer que os jogadores e o treinador elogiaram o Eurico. Ainda que isso fosse desmentisse qualquer coisa que eu tenha dito – e não desmente – me fala: o que eu falei que não é verdade?

      1) A diretoria contratou mais de 30 jogadores, não aproveitou nem 10 e apenas quatro renderam bem.
      2) A maioria das contratações foi de qualidade pra lá de duvidosa.

      Qual é a falta de veracidade nessas afirmações? Consegue desmentir qualquer uma delas com seus argumentos?

      Eu não tenho problema nenhum com críticas ou com o contraditório. Já com a falta de argumentação e a insistência no erro, tenho sim.

  3. http://globoesporte.globo.com/futebol/times/vasco/noticia/2015/05/multa-contratual-e-troca-de-modelo-atrasam-novo-socio-torcedor-do-vasco.html

    Vamos lá diretoria, vários clubes arrecadando milhões e milhões de reais com quadro social e o Vasco com essa dificuldade. Logo num momento como esse de título… o Vasco teria tudo pra ter um oxigenada.
    Tudo parece que é mais difícil para o Clube e o outrora pioneiro Vasco vai ficando pra trás. Por exemplo, entre os grandes clubes do Brasil, o primeiro que teve um estádio de grande porte, agora, entre os grandes clubes do Brasil, um dos poucos ainda sem CT. Os visionários dirigentes do passado devem se remoer nos túmulos. No início da década de 90 o SPFC já tinha um CT de primeiro mundo. Enquanto isso, o Vasco, em alguns momentos teve a oportunidade, mas preferiu, entre outros, gastar milhões com devaneios olímpicos. Vacilou o Calçada tambem (teve muita culpa em certas escolhas, ganhou títulos, mas endividou o clube e não o estruturou como deveria), vacilou Eurico na vice presidência de futebol. Comparar a administraçao do Eurico, na sua primeira passagem pela presidência, com a de outros grandes clubes seria até covardia. Foi muito infeliz, brigou com tudo e todos e errou demais. Só consigo ver essa primeira administração do Eurico melhor que a do banana mesmo. Depois dêem uma olhada no balanço do Vasco, o que tem de jogador perna de pau da era banana com milhões a receber é assutador, Jonas (3 milhões) auremir, Rodolfo, Thiago feltri esses todos mais de 1 milhão de reais pra cada um….

  4. JC,está mais que claro que o seu texto tem contradiçoes,absurdos e trechos que nao faz o menor sentido porque é nitida a sua má vontade com o Eurico.Voce o critica mais que elogia.Isso seria perfeitamente normal se as criticas nao fossem feitas apos uma conquista brilhante.Sinao vejamos:Contradiçao:
    “Na pratica qual é a participaçao da diretoria na conquista?A contrataçao do Doriva é um ponto positivo e que deve ser levado em consideraçao”
    Agora me diga se o trecho a seguir nao contrasta com o que está escrito acima .”Mas é preciso que se diga:o merito,é DELES.(o grifo é seu).Da comissao tecnica por transformar um grupo que tem evidentes limitaçoes….”Quer dizer agora a diretoria já nao tem mais ponto positivo,
    Sem sentido:
    “O Vasco é campeao estadual com toda justiça.Doriva e seus comandados fizeram por merecer a conquista com seu trabalho e empenho dentro e fora de campo”
    Fora de campo o Doriva e os jogadores se empenharam?Nao foi a diretoria nao?.Nao foi a diretoria que pagou os salarios em dia?Nao foi a diretoria que contratou o Doriva?Entao,voce se contradiz quando la´emcima voce escreveu que o ponto positivo da diretoria foi esse:pagar em dia e a contrataçao do Doriva.Isso pra mim é trabalho fora de campo.
    O texto todo é assim,ora é merito da diretoria ora é merito só da comissao tecnica é ate´a gestao passada foi lembrada.
    Absurdo:
    O maior absurdo que voce escreveu foi dizer que a torcida deveria só agradecer a quem fez o titulo acontecer e nao a quem so entra em campo pra ganhar fama com o trabalho dos outros.Esse seu pensamento é de uma iinfeliciadade a toda prova,diria eu ate perverso, ainda mais quando um jogador estrangeiro,Julio dos Santos a exemplo de outros jogadores e do tecnico Doriva,vem a publico elogiar a importancia do Eurico na conquista.Disse ele:”mexe muito com a gente.Conheço ele desde Janeiro e ja percebi o quanto ele ama o Vasco.Ele nao perdoa nada contra o clube,Logico que isso mexe com os jogadores.Ele esta sempre de coraçao aberto pra nós.Sabemos que ele quer sempre o melhor para o grupo e temos que aproveitar”
    E´claro que nada disso tem importancia pra voce,afinal assim como o RMP,quando o assunto é o Eurico,o odio sempre fala mais alto.O RPM ainda tem uma atenuante porque é mulambo e foi expulso de SJ pelo Eurico,agora voce tem uma agravante,tambem é vascaino.Só resta saber qual o motivo desse odio.

    • O que eu me pergunto é pq sempre os leitores que mais têm dificuldade para compreender as coisas são os que mais têm disposição para manter discussões inúteis. Deve ser azar. Mas vamos lá.

      1) Ponto para vc. Iniciei o texto falando que o mérito é todo do time e depois falei que a diretoria tem mérito na contratação do Doriva e em manter os salários em dia. Isso é uma contradição.

      Obviamente, se eu fosse mais literal e fizesse um texto didático – que não julguei necessário, já que confio na capacidade dos leitores – poderia escrever dessa forma, para facilitar a compreensão para todo mundo: O mérito é praticamente todo dos jogadores e da comissão técnica porque a diretoria apenas trouxe o Doriva por sorte e não fez mais que a sua obrigação ao manter os salários em dia. Por isso, podemos dizer que o mérito é 90% deles.
      Acho que assim as pessoas entenderiam melhor, já que evidentemente nem todos conseguem passar do que é literalmente exposto.

      2) Dentro de campo = durante os 90 minutos de jogo.
      Fora de campo = treinos táticos, preleções, sessões de musculação e condicionamento físico, se cuidar no peso, não fazer noitadas, etc, etc, etc.

      Por isso eu disse que os jogadores e a comissão técnica se empenharam dentro e fora de campo. Sinceramente não imaginaria nunca que ia precisar explicar isso pra alguém. Acho que terei que apelar para os gráficos na próxima coluna.

      3) No final, justo quando vc fala em “maior absurdo” é que vem os maiores equívocos. Da sua parte, claro.

      Pelo que vc disse, podemos dizer que se um jogador elogia o presidente, todo mundo tem que achar que o trabalho dele é perfeito? Ou que se alguém encontra algo de errado na forma como a conduzida a gestão do clube é pq “odeia” o Eurico? Ou, pior ainda, se a pessoa é vascaína e não acha que o Eurico é um presidente perfeito é porque tem algum motivo secreto para ter esse tipo de pensamento?

      4) Esse tipo de raciocínio é a prova cabal de que, quem o tem, se preocupa mais com o dirigente que com o clube ou, pior ainda, confunde o Eurico com o Vasco. Primeiro, porque o texto tem o claro objetivo de exaltar o esforço do elenco e do seu técnico e só faz duas críticas ao presidente: primeiro, às suas contratações (o que QUALQUER vascaíno deveria concordar se se preocupasse mais com o clube que com seus dirigentes) e depois, por se esforçar para passar a impressão de ter uma importância maior do que a que teve. Mas falar isso é o bastante para que os fanáticos pelo Eurico se sintam tão ofendidos a ponto de falar em “ódio” (?), fazer insinuações e fazer comparações com Renato Maurício Prado (alguém que sempre critiquei, mesmo quando estava no Globoesporte.com). Claro que a segunda parte do texto, em que elogio a atual gestão, é completamente ignorada. Afinal de contas, se fazemos um senão qualquer ao ídolo, nada mais importa.

      Mas, diferente de vc, eu procuro compreender o que vc escreve. Sei que é assim mesmo que fanáticos se comportam.

  5. JC,vira e mexe voce fala para seus leitores que eles nao souberam interpretar o seu texto.E comigo nao foi diferente.Voce escreveu que nao tem controle do meu entedimento sobre o que voce escreve.
    Realmente as vezes eu nao entendo o que voce escreve.Exemplo:Voce escreveu que a contrataçao do Doriva e manter os salarios em dia é um ponto positivo e que deve ser levado em consideraçao.Voce prossegue dizendo que foi a diretoria que contratou e montou a equipe campea.Em seguida voce diz que tirando a impolgaçao pelo campeonato,o que a diretoria fez foi contratar um monte de jogadores de qualidade duvidosa.
    Voce acabou de inverter o dito popular morde e assopra,que é quando alguem critica e depois elogia.Mas voce nao.Primeiro assoprou pra depois morder.
    Quanto aos jogadores sem qualidade eu os prefiro desde que eles levem a taça pra Sao Januario.Jogadores caros e famosos nem sempre sao sinonimos de sucesso.O que adianta um time ter tecnico e jogadores de ponta e nao ser campeao?Os exemplos estao aí.A mulambada contratou o Luxa e alguns jogadores de ponta e naufragou. Palmeiras,Corinthians,Sao Paulo,Gremio,Coritiba e o Cruzeiro gastaram o que nao podiam e nao chegaram lá.
    Alguem ou voce mesmo vai retrucar que pro brasileirao o Vasco vai lutar pra nao cair.
    Isso é relativo.Temos varios exemplos de times sem medalhoes que foram campeoes da Copa Brasil e do Campeonato Brasilelro.

    • E o seu comentário confirma que vc não entendeu o que leu.

      Além disso, foi a diretoria que contratou e montou a equipe campeã. O problema é que, tirando a empolgação pelo campeonato, o que a diretoria fez foi contratar um monte de jogadores de qualidade duvidosa e que obrigaram o Doriva a tirar leite de pedra para torná-los uma equipe realmente postulante ao título” – eu não elogiei nada na primeira frase. Eu citei algo que PODERIA ser um ponto positivo e mostrei em seguido pq não considero que seja positivo. Não é preciso ser muito brilhante pra entender isso.

      E quem disse que jogador caro e famoso é sinônimo de boa contratação? O problema não é esse e nunca falei que foi.O problema é contratar jogadores que foram rebaixados com o Olaria, outros das série C ou de times da Série B que caíram. O Madson, por exemplo, foi uma boa contratação. Mas pra cada Madson contratado, vieram um Aislan, um Erick Daltro e um Bruno Ferreira (esses, apenas para citar os jogadores que receberam 5 meses de salário sem sequer jogar uma partida pelo Vasco).

      E, na boa: reverter a lógica é criticar os times que vc citou como se contratar bons jogadores fosse garantia de ser campeão. Futebol não é assim e nem sempre o favorito vence. Mas é muito mais raro ver um time com elencos mais baratos vencerem que o contrário. E o engraçado é que vc não cita que o Santos, que foi campeão, tem Robinho, Ricardo Oliveira, Lucas Lima e Geuvanio. Ou que o Inter, que venceu o Grêmio, tem um dos melhores elencos do país. Será que seus exemplos ainda se sustentam?

      E, vale lembrar: eu critiquei as contratações feitas pela atual diretoria. E a base do time campeão do Vasco não foi o “bom e barato” que vc está defendendo.

      Sobre o Vasco lutar pra não cair, eu nunca falei isso até pq não acho que isso vá acontecer.

      Pra terminar: vários exemplos de times campeões da Copa do Brasil e do Brasileiro que não tenham elencos fortes? Na Copa do Brasil isso até já aconteceu, mas em 27 edições, apenas QUATRO vezes um time que venceu a competição não tinha título Brasileiro. No Brasileiro a coisa fica ainda pior:em quase 60 edições, mesmo nas três ou quatro vezes que um time “sem medalhões” foi campeão, as equipes revelaram grandes nomes do futebol nacional (como o Guarani em 78 ou o Atl-PR em 2001). Vc acha MESMO que esse é o melhor argumento pra defender os elencos “bons e baratos”?

  6. JC,nao entendi a sua resposta ao meu comentario.Voce respondeu:”Pelo que voce leu no texto a minha critica tem algo a ver com o Eurico ter ido comemorar e entregar a taça ao Guinazu?Eu ao menos menciono isso no texto”?

    Nem precisava voce mencionar no texto,pois o titulo do texto,Querendo aparecer,ja evidencia que na sua otica o Eurico foi la comemorar com os jogadores pra aparecer.
    Até entendo voce pensar assim,afinal voce estava acostumado com um presidente omisso e oculto.
    Enquanto voce procura pelo em ovo pra criticar o Eurico,mesmo depois de uma conquista brilhante,o tecnico Doriva e o jogador Luan reconhecem a importancia do presidente e se derretem em elogios.Eu nunca tinha escutado um tecnico elogiar seu presidente apos uma conquista.Geralmente o treinador elogia seus comandados.
    Mas voce,quando o tema é o Eurico,vai sempre na contramao chega grifar a palavra Deles pra dizer que o merito do titulo é só DELES,da comissao tecnica e dos jogadores.
    Engraçado,se o Vasco tivesse perdido voce,certamente.iria malhar o Eurico por ele ter feito uso do bom e barato contratando jogadores segundo voce,chifrins.

    • 1) Não tenho controle sobre o que vc compreende do que está escrito, concorda? No texto, até bastante logo e explicativo, estão as razões que explicam o título. E nelas, não há qualquer menção a entrega da taça.

      2) Vc nunca ouvir um técnico ou jogadores elogiarem o presidente em uma conquista não significa que isso não aconteça. Pode significar talvez que vc não tenha visto ou não dê atenção a elogios de dirigentes que não te agradam.

      3) Falo no texto o que considero ser mérito da diretoria na conquista. Mas a essa parte, aparentemente, vc deu a mesma atenção que dá aos elogios feitos aos presidentes em outras conquistas.

      4) Eu não malharia o Eurico pelas suas contratações chinfrins se tivéssemos perdido. Eu faço e fiz isso mesmo com o Vasco vencendo. Se pra vc foi uso do “bom e barato” contratar mais de 30 jogadores, aproveitar menos de 10 e desses apenas quatro terem um aproveitamento aceitável, tudo bem. Eu quero uma diretoria que traga reforços com competência e que venham para ajudar o clube. Não quero que o Vasco gaste centenas de milhares de Reais em salários com jogadores que sequer são relacionados; quero que se contrate menos gente com mais qualidade.

      Vc pode achar contratações de jogadores como como Aislan, Bruno Ferreira, Erick Daltro, Erick Luis, Lucas, Victor Bolt, Christianno, Marcinho e mais uma penca do mesmo nível, como “boas e baratas”. Eu acho que elas são exatamente o que eu disse: contratações chinfrins.

      • No texto nao ha mencao a entrega da taca, ha apenas o titulo “Querendo aparecer” e a foto do Eurico entregando a taca.
        Na sua otica, as contratacoes foram pifias, mas para nossa sorte o Doriva tirou leite de pedra. O unico acerto foi contratar o Doriva e manter os salarios em dia.
        Se perdesse, a culpa seria da diretoria que nao soube contratar os jogadores.
        Concordo contigo. Em 2008 o rebaixamento foi culpa da diretoria anterior, enquanto o retorno para serie A foi merito do ex-idolo.
        Acho que vao passar 50 anos e continuarão dizendo que o Roberto rebaixou o Vasco. Mas será que foi ele mesmo? Futebol é um processo coletivo.

      • Com todas essas contratacoes sem sentido, falta agora dinheiro para fazer uma boa aposta no Felipe Gabriel. Juntem-se esse erros do Eurico ao erros do Banana mandarino com Nei e Éder Luis ( quando Éder foi contratado junto ao Benfica,na minha opinião, sua contratação já não se justificava, estava jogando nada, tanto ele quanto Bastos que está fazendo M no Grêmio). Se essa diretoria atual tem seus acertos , e tem, também tem seus erros.
        Julgo até bom o trabalho até aqui, mas agora que vamos ver a coisa ficar mais complicada e os primeiros erros já começam a dificultar novas contratações para o brasileiro.

  7. No aspecto geral da coisa, vibrei muito mais ao superar guarani, atletico-go e ceara em 2009 e retornar triunfalmente para serie A.
    Em 2011, superamos comercial-ms, abc, naut, atl-pr, avai e coritiba. Todos grandes rivais.
    Desta vez, eliminamos o urubu (jogo como outro qualquer) e superamos o Fogao (serie B), nada demais. Vencemos o carioca de merda, como diz outro colunista daqui.
    Nao sei como dizem que 2 rebaixamentos apagam em muito 1 copa do brasil, tem ate uma pontuacao.
    Carioca 5 pts, Copa do Brasil 10 pts, Brasileiro 20 pts e rebaixamento 20pts NEGATIVO, Subir serie A: 0 pts, nao devia nem ter caido, obrigacao.

    2008-2014 : -20+0+10-20+0= -30
    2015: 5

    Saudacoes Vascainas.

  8. Bota o retrato do velho, JC, bota no mesmo lugar. O charuto do velhinho faz o Vasco nos orgulhar, rsrsrsrsrs.

      • Foi só pra descontrair um um pouco, JC. Também não tenho nada contra o seu posicionamento e estou longe de ser um fã do Eurico, apesar de reconhecer a importância dele nesta conquista.

      • Eu também reconheço. E por isso sei que estão supervalorizando o papel dele. E é exatamente isso que ele quer.

  9. O Eurico nesse momento é um mal necessário o fato dele estar lá nao sei se é apenas impressão mais parece passa medo tipo quando vc vê um pitbull te olhando o q vc sente? Bom acho q é isso q os outros times sentem medo d ser grafado prejudicado( pena n ser medo do vasco esse mega Power time) mais sim é um começo e pra começo nao chega a ser ruim se o Eurico tem esse mercado nos árbitros. Todo acho q mulambo cai esse ano 7 lances duvidos pronto rebaixado se isso acontecer é coincidência ou mal supremo kkk mais voltando nesse momento o vasco precisa realmente d alguem pra bater no peito e dizer I AE? Pq o Rodrigo nao foi no Globo esporte hj? Simples quando perguntado EaD Rodrigo feliz e ser campeão? Foi direto nen pensou …. Tive q ganhar dois títulos pra valer 1 mais tudo bem perguntado se o jogo do vasco x mulambo o vasco foi favorecido ele encerrou a entrevista pois o proximo jogo era Botafogo pra falar dm lambada nao tenho nada pra falar… Então pro bem ou pro mal deixa o Naruto falar bravatas espero não surta com possíveis patrocínios nen perder o foco torci pelo Júlio blanty mais nao deu torço pelo Vasco acima d tudo e todos.

    • O Rodrigo não foi por isso. E o Guiña? Não foi porque? E o Martin Silva? Luan?

      Aí já é especulação demais, né?

  10. “Aos que consideram que a “volta do respeito” é a influência do presidente na Federação, só um recado: isso é corroborar as teorias conspiratórias da imprensa, que acusam o Vasco de ter sido favorecido no campeonato. O que é outra injustiça com o time, que foi mais garfado que ajudado pelas arbitragens, inclusive nos jogos decisivos. O respeito voltou por causa de pênaltis marcados contra o Friburguense, mas não apareceu na hora de expulsarem o Jonas ou o Cirino na semifinal contra a Mulambada. Ou mesmo ontem, quando o último defensor do Botafogo segurou acintosamente o Dagoberto e levou apenas o amarelo. O respeito que o Vasco precisa não é o de ter a seu favor penalidades duvidosas contra pequenos. É de ter equipes que possam vencer qualquer adversário, seja pequeno ou grande, sem depender da ajuda da arbitragem.”

    Perfeito trecho, JC. Ontem, pelo menos duas faltas para o Bota, coladas na área, não aconteceram, uma delas que seria do Cristiano no primeiro tempo, que até quase contundiu o joelho no lance(houve nada, dali se o Bota tem um batedor melhor era meio gol), e uma do Guinha no segundo que obrigou o Martin Silva a fazer difícil defesa na cobrança do Carleto. Torcida não pode endossar essas teorias que, na verdade, diminuem o trabalho dos jogadores,do técnico do Vasco e tira méritos da campanha do clube.

    “Mas o trabalho da diretoria não merece apenas críticas. O título acabou confirmando a avaliação que eu tinha sobre essa segunda gestão Eurico: se não é a ideal, está sendo muito melhor do que se esperava. Podemos até afirmar com segurança que a segunda presidência do Dotô precisou de meros cinco meses para fazer mais do que fez em toda a sua primeira gestão.
    Senão vejamos: entre dezembro de 2014 e maio de 2015, o Vasco conquistou um Carioca e fechou patrocínios de mais de R$ 20 milhões. Ou seja, a mesma quantidade de títulos e muito, mas MUITO mais em investimentos (0 que pode até aumentar caso a novela Caixa tenha um final feliz) que entre 2001 e 2008.
    É motivo para se comemorar, mas também joga mais responsabilidade sobre os ombros da diretoria. O Brasileirão está ai e ninguém – ou quase ninguém, já que há quem se contente em apenas se manter na primeira divisão – que ver Vasco apenas brigando para não cair. Até agora, Eurico e seus comandados tem tido resultados melhores que na sua primeira gestão. É preciso manter o que há de bom no trabalho feito até agora para não vivermos de felicidades raras, como foi na sua primeira chance no comando do clube.”

    Concordo também, trabalho é bom até agora.
    Espero que Eurico Miranda não entre em curto circuito com esse título e se preocupe com o que importa, a situação financeira do clube evidenciada num dos Balanços e Demonstracões de resultados mais medonhos de clubes no Brasil. O momento é de trabalho, não de arrogância. O Vasco precisa, por exemplo, de um bom programa de sócio torcedor, existem clubes com receitas gigantes , arrecadando mais de 30 milhões por ano com socio torcedor. Pra pagar a dívida e ter bons times precisa aumentar receitas em todos os campos: marketing, bilheteria, sócio torcedor e licenciamentos. TV contrato vai aumentar. Me lembro bem do sucesso inicial do “O Vasco é meu” que depois perdeu força com a péssima gestão do Dinamite. Bom, só não aprende com erros quem não quer, a hora é agora.

  11. É… o cara contrata o treinador certo (escolhido a dedo), monta um elenco campeão em apenas 1 mês e… segundo a sua ótica, esse mesmo cara não teve nada a ver com o título. Não teve mérito algum. Isso é triste, pois chego à conclusão de que alguns vascaínos aprenderam a odiar. E a serem ingratos.

    E eu nem fui mais a fundo… Senão vejamos: o cara pega um clube que no fim de 2014 era motivo de chacota até na Série B, sem credibilidade alguma, largado às traças, com pilhas de lixo em sua sede, com ginásio e parque aquático em situação deploráveis, com um time de aluguel montado pela “boa vontade” ($$$) de empresários, com a torcida sem saber onde esconder o rosto. E então, o doutor Eurico assume, e…

    Apenas 5 meses depois, aparecem as CNDs, aparecem os patrocínios, aparece um ginásio novinho em folha e uma sede saneada, e… por fim, aparece um título que não ganhávamos há mais de uma década! E… segundo o seu rocambolesco ponto de vista, o “Dotô” (sic) nada teve a ver com isso. O mérito é de todo mundo, menos dele.

    É… eu nem sei mais o que comentar. Melhor dizer apenas que… O RESPEITO VOLTOU! E a esmagadora maioria dos vascaínos sabe muito bem disso, como vimos nitidamente ontem na Arena Maracanã. Menos aqueles que, sabe-se lá pq caras d’água… aprenderam a odiar e a cultuar a ingratidão. Só lamento por você, meu caro. Pq eu estou muito feliz… e comemorando a volta do respeito. Antes tarde do que nunca! VASCOOOOOO!!!

    • Sei que seu culto ao Santo Dotô nubla a realidade à sua volta, mas não saber ler é indesculpável. Mas vamos aos vários equívocos do seu comentário….

      1) Doriva foi tão escolhido a dedo que ele foi a segunda opção da diretoria. Ou vc já esqueceu do mico de terem anunciado um técnico que depois esnobou o Vasco?

      2) Montou um elenco campeão em apenas um mês. Pena que das mais de 30 contratações, apenas duas fora bem no time (Madson e Gilberto). De resto, TODOS os destaques já estavam no time antes da atual gestão assumir.

      3) Eu falei sobre os pontos positivos da atual gestão nessa mesma coluna, mas as euriquetes têm o péssimo hábito de só comentarem sobre as críticas. Mas é compreensível, já que sem isso, vcs não terão muita coisa pra falar. E sem falar, como propagar a seita de vcs?

      4) Sobre as CNDs, legal ter conseguido. Mas, tirando a vantagem para a Caixa, que teve uma exposição gigantesca para todo o país gratuitamente depois do título, quem mais se beneficiou com isso? O Vasco não foi.

      5) Explica pra gente o que é um time de aluguel? E qual seria a diferença do elenco de hoje, que tem mais vinte jogadores que nunca pisaram em campo, que sevem de moeda de troca com times menores, com um monte deles vindos por empréstimo e que sua vinda para o Vasco só serviu para valorizar seus passes (e dar mais grana para seus empresários) sem dar qualquer contribuição ao clube?

      6) Até quando as macacas de auditória do Eurico vão considerar uma vantagem enorme ser melhor que a pior diretoria da história do Vasco? Até quando pessoas como vc vão achar um trabalho excepcional fazer o mínimo necessário (ou seja, cuidar bem do clube)? Essa, nem precisa responder: enquanto vcs continuarem comparando a gestão Eurico com a gestão Dinamite, ainda poderão elogiar o primeiro. Agora, comparar com gestões como a do Palmeiras, Cruzeiro ou Inter? Tenho CERTEZA que essas nunca serão usadas como parâmetro. Afinal de contas, se o critério for competência e boa administração, vai ficar ruim para vcs.

      6) Pra terminar, o engraçado é ver alguém me acusar de ter “ódio” quando falo que o que deve ser valorizada é o mérito do TIME e da COMISSÃO TÉCNICA e não um dirigente. Não há QUALQUER PALAVRA na coluna inteira que denigra sequer minimamente a instituição Vasco da Gama. Já o que fala em “ódio” vive falando que o Vasco era chacota, uma vergonha, sem credibilidade…

      O problema é que a paixonite das euriquetes é tão profunda que, para vocês, criticar seu ídolo é o mesmo que criticar a instituição Vasco da Gama. Esse tipo de mentalidade é que diminuiu a grandeza do Vasco, já que só mesmo quem não entende o tamanho da história do Vasco pra achar que qualquer dirigente possa ter o tamanho do Vasco.

      Eurico passará. O Vasco é eterno. E pelo visto, quando o Dotô não estiver mais por aqui, o clube perderá os torcedores que se preocupam apenas em defender dirigentes, não o Vasco.

      • Meu Deus. Essa resposta do JC à euriquete acima merece ser impressa, colocada em uma moldura e exposta nos corredores da sede de São Januário. Os dirigentes passam, o Vasco fica. Pra sempre. Exemplar!

      • É exatamente isso que penso, só não entende quem não quer, vc falou COM CLAREZA, o Eurico teve seus méritos, mas dai a colocá-lo com TODO o mérito é sandice! Concordo também com sua colocação ao dizer que esta administração dele está melhor que a dos 7 anos e meio (janeiro 2001 a junho 2008). Alvaro você anda sumido, não comenta nem no SV, está tudo bem? Abraço!!!

    • Parei de ler esse comentário do Alexandre no: ” Contrata o técnico certo (escolhido a dedo)..'”
      Só demostra o quanto o cara não acompanhou a novela que foi para contratar um treinador, ou simplismente se faz de desinformado, o que mostraria sua total falta de cárater.
      Doriva foi a 4ª ou 5ª opção. Foi o único dos procurados pela diretoria que aceitou se adequar ao salário de técnico oferecido, mas o Alexandre nem lembra que Marquinhos desistiu em cima da hora e Doriva veio para tapar o buraco deixado.

  12. Só teve uma coisa boa aquela cena do Eurico no “pódio” com o charuto e depois puxando o casaca: Lembrei da final da Libertadores 98 em Guayaquil…Mas foi hilário kkkkkkk

  13. Seu texto “já disse tudo”.
    O EGO do Rei das BRAVATAS e da TRUCULÊNCIA é maior do que tudo que se pode imaginar. Foi PATÉTICA sua interferência na premiação dos jogadores e só serviu para evidenciar que é realmente ele quem “manda” nesta federação “de várzea”.
    Ele se acha “dono” do clube e, mais tarde, fez PIOR AINDA na comemoração do título; quando discutiu e EXPULSOU da churrascaria uma FAMÍLIA DE VASCAÍNOS, só porque “puxaram um casaca” de um jeito que o “rei” não gostou.
    Precisamos “rezar” para que o governo federal decida renovar os patrocínios da Caixa com os clubes de futebol. Porque com sua PÉSSIMA IMAGEM e as POSTURAS e ATITUDES HORROROSAS, de sempre, não conseguirá outro igual (o da Guaraviton só se materializou porque a marca é de vascaínos, que queriam isto há muito tempo).
    Ao contrário do que as SANDICES dos “casaquildos” pregam, dirigente NÃO GANHA TÍTULO. Quem ganha títulos, são os ótimos elencos. Ótimos elencos só se formam com MUITO DINHEIRO. E muito dinheiro, só aparece com ÓTIMOS PATROCÍNIOS. Para obtê-los, são necessários: BOA IMAGEM, BOAS REFERÊNCIAS, COMPETÊNCIA e CREDIBILIDADE NO MERCADO.
    Preciso “acrescentar” mais alguma coisa, para EVIDENCIAR “as pedras em nosso caminho”…???!!!???
    Sobre o jogo de ontem e o título, não fiz nenhum comentário no “Blog da Fuzarca”, porque este torneiozinho regional de MERDA, há muito tempo é o maior “me engana que eu gosto” do futebol brasileiro e para mim “não fede, nem cheira”.
    É claro que sempre será bom ser campeão de qualquer coisa. E, no caso particular, “sair da fila” e pararem de encher p saco com “os trocentos anos que não conquista isso ou aquilo” é melhor ainda (embora eu prefira só ganhar o carioca de 20 em 20 anos, se vencer um brasileirão e/ou uma Copa do Brasil a cada 3 anos).
    O REAL MÉRITO, sem dúvida, é do Doriva; que “tirou leite de pedra”, principalmente no início, com a BARANGADA contratada pela nova/VELHA diretoria (Aliás, QUANDO vão “explicar” o bando de barangas contratadas que, GRAÇAS A DEUS, nem vimos em campo…???). Mas este torneiozinho regional “xinfrim” é FRAQUÍSSIMO e só à partir deste próximo fim de semana saberemos o VERDADEIRO NOME DAS COISAS.
    Se REAIS reforços chegarem, poderemos passar o resto do ano sem maiores sofrimentos. Do contrário…
    Do contrário, “mentes simplórias” que rezam na cartilha do “respeito voltou”, terão um “choque de realidade” e estarão obrigadas a uma REFLEXÃO sobre o REAL E PROFUNDO significado do termo “respeito”.

  14. No sul tem um ditado que diz:amigo meu nao tem defeito,agora inimigo meu se nao tiver eu invento.
    Ate na vitoria voce nao perde tempo pra alfinetar o Eurico.
    Li em outro blog um post cujo o titulo estava escrito assim.Doriva,a grande sacada do Eurico.E o blogueiro nem vascaino é mas reconheceu omerito do Eurico na escolha.
    Nao entendo qual o erro do Eurico ir la comemorar com os jogadores e entregar a taça pra eles.Sob a sua otica ele quis aparecer.E o Roberto assistindo um framengo e Vasco ao lado do Marcio Braga?Nao li critica alguma sua.
    Mas vida que segue voce tem a sua opiniao e eu tenho a minha.Se todo mundo concordasse com todo mundo a vida seria chata dimais.

    • 1) Vc chegou a ler o texto?
      2) Eu não reconheci o mérito na contratação do Doriva?
      3) Pelo que vc leu no texto, a minha crítica tem algo a ver com o Eurico ter ido comemorar ou tomar a taça das mãos do presidente da Federação e entregá-la ao Guiñazu? Eu ao menos menciono isso no texto?
      4) Qual é a relação entre o que falo na coluna e o Dinamite ter visto um jogo ao lado do presidente do clube que o Vasco enfrentava?
      5) Digamos que eu não tenha falado nada a respeito do fato que vc citou. Isso é merecedor de críticas por qual motivo? Vc acha que o Vasco deva viver em guerra sempre com os rivais? Vc acha que o Clube ganha algo com isso? E qual seria esse ganho?
      6) Para vc, apontar algum erro do Dinamite serve para atenuar possíveis erros do Eurico?

      • JC, Faz todo sentido o que o Rodrigo escreveu. O mérito pela conquista vai do técnico, jogadores, comissão técnica até o presidente do clube e a torcida. Imprópria a hora de críticas. Claro que há o ego gigantesco do Sr. Eurico, mas ele também tem méritos na conquista. Prefiro estar em guerra com os rivais (que a seu modo possuem seus euricos) do que alinhados com quem quer destruir o Vasco. Olha a forma com que mulambos condicionam os juízes! O Vasco foi sendo apequenado e reduzido a menor que o Fluminense que nunca engoliu nosso protagonismo e força. Não sou Eurico, sou Vasco da Gama! Mas nesse momento, há claros méritos sim pra diretoria na condução de um clube depenado. É mais fácil engolir o guina pegando a taça do Eurico (também não gostei disso!) do que se lamentando por mais um campeonato perdido. Outros ventos virão, o Eurico vai passar, pois tudo passa. E quiçá tenhamos dirigentes melhores. Mas agora é hora de nos unirmos pelo Vasco. Continuarei lendo tua coluna, gosto de muita coisa que vc escreve, e continuarei discordando de outras. Há muito espaço pra debate pois não há verdade absoluta no mundo, a não ser a que somos vascaínos. Um respeitoso abraço!

      • Não entendi o “alinhados com quem quer destruir o Vasco”. Não é tão difícil diferenciar quem critica o que acontece no clube por querer vê-lo melhor de quem critica por perseguição.

        E essa é justamente a hora pra críticas: já ganhamos o Estadual e o Brasileiro começa pra gente no domingo. As críticas não vão atrapalhar um campeonato que já acabou e servem de alerta para o que vai começar.

        No mais, duas coisas que não concordo sobre o seu comentário:

        1) não falei que a diretoria não tem méritos. Não concordo é que ela, ou mais precisamente um membro da Diretoria, queira tomar para si a predominância do mérito, que é total do time e do seu treinador.

        2) Difícil falar em mérito da diretoria por conduzir um clube depenado quando a depenagem começou justamente com a atual diretoria. Ou a primeira gestão Eurico não tem qualquer relação com a atual situação do Vasco? Assim como o apequenamento que vc cita: os times ruins, os resultados péssimos e as garfadas das arbitragens não começaram com a gestão Dinamite, mas sim com a primeira gestão Eurico. Basta lembrarmos como foram os Estaduais do Vasco entre 2005 e 2008: dois quartos, um quinto e um NONO lugar.

  15. Como sempre muito lúcido, JC. Não concordo apenas com o comentário sobre o Dagoberto, mas o cara ficou inativo muito tempo, acho que ainda poderá nos dar alegrias.

    Precisamos urgentemente de alguns (mais de um) armadores porque se repararem bem, nos 4 gols decisivos dos últimos jogos, nenhum foi consequência de jogada trabalhada. Erros de passe do adversário (mulambos), posicionamento e roubadas de bola (foguinho). Tudo bem que o que vale é bola na rede, mas esperar que isso venha a ocorrer sempre no Brasileirão é uma ilusão.

    O Eurico é repulsivo, sempre. Crer que ele faz bem ao Vasco é de uma ingenuidade atroz. Nem mau-caráter como ele, nem fraco e uidiota como o Roberto. Precisamos de competência, força e modernidade.

    Li que ontem ele expulsou (!!!) uma família em uma churrascaria na Zona Oeste do Rio porque um de seus membros atreveu-se a etoar o “Casaca!” e ele não gostou.. Don Corleone perde.

  16. Rapaz, querendo a não a questão do tema o respeito nada mais é do que nós vascaínos gostamos de ver, queira ou não tem muito vascaíno que gosta de ver o Eurico fumando charuto e gritando casaca! isso trás de volta as memórias do clube, traz o presidente pra pra perto do torcedor e isso só o Eurico faz, pode até não ser, mas ele trás confiança pros vascaínas diferente do que as pessoas muito dizem que ele trás ilusão. O que nós queremos mesmo é manter nossa paixão pelo clube ou seja gritando casaca com o maraca lotado!..Mérito da diretoria ? não. Mas o vascaíno precisa tirar uma onda de vez em quando e isso o Dotô sabe fazer.

    • Já eu prefiro um clube que esteja preparado para atrair investidores, que tenha patrocínios, que monte bons times e conquiste títulos. Tirar onda não traz nada disso.

      Como eu falei, até agora não dá pra reclamar muito da gestão Eurico. Mas se o trabalho começar a ficar parecido com ele teve entre 2001 e 2008, não teremos motivo nenhum nem pra tirar onda no futuro próximo.

  17. Eu gosto da frase sim, pena que ela se associa ao Eurico, que super se valoriza com ela, isso acabou fularizando a frase, é uma pena, já que o respeito realmente voltou. Quanto as contratações, acho que o Serginho fez o papel dele sim, desarmando e até coroou algumas atuações como contra o Fla, o Cristiano apesar de não jogar tão bem ofensivamente, defende bem e conhece o setor, não foi o melhor mas contribuiu com o time. Apenas discordo do Dagoberto, ele jogou muito pouco e no meu entender abaixo do que ele pode jogar, sem preparo fisico, se contundiu logo na sua estréia, não foi tão decisivo como eu esperava, enfim com o investimento que foi feito acho que eles correspodenram, uma pena que Mosquito e Matheus Índio não aproveitaram a chance que lhes foi dada…. e o Montoya? O que vamos fazer com esse colombiano…aff!!!

  18. Na minha humilde opinião, o bordão “O RESPEITO VOLTOU” se deve ao fato de que, na gestão passada, o Vasco era sempre prejudicado e o banana nada fazia. Ano passado, o que ele fez? Ou ainda melhor; o que ele falou?
    Em 2011 nos tiraram um titulo brasileiro no apito e o banana nada fez.
    Com o Eurico, ao menos temos representatividade e me atrevo a dizwr que, sim! O respeito voltou!
    O título nada tem a ver com isto, mas ao menos teremos nossas vozes de repúdio à podridão do obscuro sendo ouvidas.

    • Cara, o Vasco foi prejudicado esse ano também e não se fez nada. A diferença é que dessa vez conseguimos ser campeões EM CAMPO, a diretoria não teve qualquer relação direta com a conquista.

      Ano passado, ao sermos garfados na final, a diretoria tentou inclusive anular a partida. E se fosse no comando da atual gestão nada seria diferente.

    • Perfeito André, é exatamente isso que essa frase significa, agora como o satanás do Eurico é culpado de tudo, aí fica difícil.
      Eu já dexei bem claro, mas vou repetir, não sou euriquista, bananite ou coisa que o valha, mas acho desnecessário essas criticas excessivas ao nefasto dirigente. Como se já não bastasse a imprensa mulambenta e os mulambos por si só, ainda tem vascaíno que gosta de dar uma ajudinha nessas aporinhacões.
      Que o Eurico é uma figura insuportável, isso é fato, que ele não é o dirigente do século é notório, mas daí atribuir culpa ao infeliz até por comemorar com o time que ele ama, aí já é demais, e por favor não me venham dizer que ele não torce e ama o Clube Regatas Vasco da Gama, por favor isso já é demais.

  19. Só acho que vc ignorou o Serginho ao falar das contratações que renderam bem. Pra mim, foi um dos principais jogadores do time, sobretudo nesses 4 últimos jogos decisivos. Fez desarmes eficientes, puxou muitos contra-ataques e sofreu faltas decisivas, como o penalti contra o fla, a falta que originou o gol no primeiro jogo na final e a que gerou a expulsão do jogador botafoguense ontem.

    • Cara, não dá pra analisar o Serginho por apenas quatro jogos, menos ainda por quatro ou cinco lances. Ser importante em uma partida não apaga o fato que na maioria do campeonato ele errou mais que acertou. Mas isso, claro, é a minha opinião.

      • Acredito que o Vasco deve buscar um volante com qualidade. Boa saída de bola, visão de jogo, que marque bem e que ajude na armação das jogadas. Necessariamente não precisa ser jovem.

  20. Muito boa resenha, JC. Acompanho o seu trabalho desde o blog vascaíno no site do GE e sempre vi uma sobriedade incrível em seus textos.

    Ao meu ver o grande nome desse título foi o Doriva. Como você disse, tirou leite de pedra. Claramente é um técnico humilde, batalhador e agregador. Montou a equipe, uniu o elenco e o que vemos em campo é um Vasco sério, de homens. Não são moleques vestindo a armadura.

    Enquanto isso, o Eurico surfa em um sucesso que ele tem pouca contribuição. Sem querer comparar, mas é uma situação parecida com a de 2011. Aquela equipe era extremamente questionável e foi o Ricardo Gomes o responsável em montar um time competitivo que nos deram orgulho. O Dinamite, até então uma administração medíocre, surfou nesse sucesso, conseguiu a a reeleição e afundou o Vasco. Conclusão: precisamos saber apontar os verdadeiros responsáveis pelo nosso sucesso, a fim de evitar eventuais frustrações.

    É claro que o Eurico vem fazendo uma boa administração nesses 5 meses, e espero que continue, mas é preciso ficar atento. É preciso saber identificar quais são as conquistas que ele, efetivamente, foi o responsável. E nisso o texto foi de precisão cirúrgica, não tendo mais o que comentar.

    Agora nos fica a expectativa por uma boa campanha para o brasileiro. Será que esse time, com eventuais reforços, tem condição de beliscar uma vaga na Libertadores?

    Gostaria de fazer uma pergunta, JC. O Blog fará uma liga no joguinho cartola?

    SV.

  21. Falou tudo em seu texto. Nunca goatei desse slogan ” O respeito voltou”, na minha opinião, isso nada mais é que apequenar o Vasco, time de grande tradição e historia no futebol.
    Nada haver o Eurico entrar em campo para entregar o troféu ao nosso pit bull, é cono você disse, quer aparecer mais que o clube, mais do que quem realmente merece que são o jogadores e esse grande técnico que é o Doriva.
    Vi muita gente criticar nosso treinador, mas o que ele fez com esse elenco gordo com poucas peças que realmente se destacam foi um milagre.
    Parabéns a toda equipe pela garra em campo. Ontem deu pra ver a vontade de vencer que não via a muito tempo.
    Queria parabenizar também, na na minha opinião foram os destaques, o noa goleiraço Martin Silva e nossa dupla de zaga, Luan e Rodrigo. Luan é nossa maior jóia, jogador espetacular. Parabéns

    Falando agora do futuro. Precisamos, ao meu ver, de um bom meio campo, aquele armador mesmo, com bons passes e habilidade. Achei um desperdício ter contratado esse Diguinho, não gosto do futebol dele e já temos bons jogadores na sua posição.

    Acredito que se contratar uns 3 bons jogadores da pra fechar o time pra sonhar com algo maior bo brasileirão.

    Parabéns Vascão. Bi campeão, pois como diz o Rodrigo, temos que ganhar dois pra levar um.

    • Também achei ridícula aquela cena do Eurico lá em cima e ainda fumando aquele charuto… pareceu até q o Guinazu tava meio constrangido com aquilo.

Concorda, discorda, gostou? Opine você também.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s