Mais do mesmo

Hoje, 31.01, inicia mais um campeonato estadual do Rio de Janeiro. Para os patrocinadores, a FERJ e o presidente Eurico Miranda, o maior espetáculo da terra no quesito esportivo, o Cariocão 2015. Para os torcedores em geral e pessoas com bom senso, o carioquinha,  que atualmente é um campeonato sem graça ou qualidade, chato de se ver e ótimo para curar insônia.

Não nego que o certame já teve sim sua importância. São 108 anos de história e com certeza isso não pode ser jogado fora. Jogos que faço questão de lembrar. Comemorar os títulos, as vitórias, sofrer com as derrotas inesperadas. Quem nunca foi “zoado” ter ganho a taça Guanabara e ter perdido na final? Sabe o motivo do Vasco ter o direito “moral” de estar do lado direito do Maracanã? Só buscar o campeonato de 1951. Isso faz parte de ser carioca e com certeza, aí está o sucesso do negócio.

Bom, o tal “charme” do estadual se perdeu há anos. Com a FERJ no comando, tudo que se possa imaginar para detonar o campeonato já foi feito. O inchaço de times, a perda de mando de campo dos pequenos – quem nunca gostou do nome Ítalo del Cima – a péssima qualidade dos gramados, os erros de arbitragem e os jogos sem graça em péssimos horários.

Chega uma hora que cansa. São anos de péssima administração e desvalorização do produto que o torcedor se afasta. As médias de público nos últimos anos chegam a ser ridículas – perdem para o campeonato da Malasia – fizeram que o arbitral da FERJ se mexesse.

As primeiras medidas foram da redução dos clubes competindo para 12 em 2017 e a diminuição dos valores dos ingressos. Em votação entre os membros da federação – estamos olhando para vocês times das laranjeiras e gávea – a maioria entendeu pela redução dos preços com uma tabela de R$5,00 à R$50,00 como base.

Legal, né? São medidas que podem atrair o torcedor de volta ao estádio. Ao menos é uma tentativa da FERJ de sair do marasmo.

Bom, para Flamengo e Fluminense não. Com o consórcio Maracanã ditando as regras do jogo (e dos preços), a conta não bate. Para os sem estádio, fica difícil fechar a conta com uma tabela de preços que favorece o grande público. Eles precisam pagar as contas e pobre torcedor – literalmente – se fode.

Aí você, leitor, deve estar pensando que a imprensa e os torcedores de todos os clubes estão do lado dos ingressos baratos, não é? Dar uma chacoalhada no torneio e melhorar o público de jogos que já são ruins de serem assistidos no sofá de sua casa.

Bom, como diria Marisa Monte, não é fácil. Entram na equação duas pessoas muito complexas e polêmicas. Eurico Miranda e Rubens Lopes. Amigos de longa data, os dois não prezam pela transparência e educação. São do tempo de que se ganha falando mais alto e batendo na mesa com leves murros.

No momento em que esses dois entram para defender um ponto, por mais certo que estejam fazem com que o restante se afaste. Natural pelo histórico dos dirigentes. A imprensa segue esse exemplo. O Consórcio Maracanã, tão criticado por Fla e Flu com os valores altíssimos no ano de 2014, nem é mencionado nas matérias. Lex Luthor, quero dizer, Eurico Miranda e sua liga do mal são os culpados.

Agora, Fla e Flu prometem cumprir a tabela do estadual 2015 e em nota oficial afirmam que repensam a participação no carioquinha 2016. Todos ficaram em polvorosa. Como BEM DITO por Eurico Miranda, história do boi tatá.

Falo isso não por apoiar Eurico Miranda nem por tripudiar as instituições Flamengo e Fluminense. Falo isso porque como vascaíno vi meu time ser prejudicado por essa mesma FERJ nos últimos anos e ninguém, nem imprensa, nem os outros clubes nos apoiarem.

É tão ridículo que nem precisamos ir tão longe assim.  Em 14 de abril de 2014, após a final do carioca daquele ano, o C.R.V.G. fez uma nota oficial. Uma moção de repúdio à FERJ. Sim. E chuta o que a nota fala? Vou transcrever alguns pontos:

“O Conselho Deliberativo do Club de Regatas Vasco da Gama conclama a diretoria administrativa a adotar um tom mais incisivo em suas relações institucionais com a FERJ e indica a necessidade de lutar por radicais mudanças na direção e na comissão de arbitragem da FERJ. Se tais mudanças não ocorrerem deve-se estudar disputar a edição 2015, deste hoje desmoralizado “campeonato” estadual, com time júnior ou misto, encarando-o como mera preparação para as disputas nacionais.”

Vocês não sabem o meu desejo que o Vasco tivesse cumprido sua palavra. Sério. Acho a FERJ nefasta. Não entendo como 12  clubes parceiros não conseguem  administrar um campeonato e precisarem de uma entidade pra lá de duvidosa para montar uma tabela e arrecadar mais de qualquer outro clube da 1ª divisão do Carioca.

O Vasco, prejudicado desde o caso Jefferson em 2009, já deveria ter saído desse campeonato ou lutado por uma melhor organização há anos. Não o fez, na era Dinamite, sabe se lá porque. Grana? Medo? Talvez.

Agora com Eurico, amigo do presidente, não fará mesmo. Ao menos a FERJ está tentando algo. 12 times e ingressos baratos. É alguma coisa. Chamou todos os clubes para discutirem e apresentarem ideias para melhorar o campeonato.

É um começo. E sim já é muita coisa.

Era para estarmos falando da estreia do Vasco contra Cabofriense. Uma pena. Como eu disse, a FERJ tem um talento enorme para prejudicar o torneio que administra. Imaginem se ela fosse transparente e apresentasse a questão dos ingressos no ano passado?

Existe uma questão política entre Eurico e Rubens Lopes? Sim. Isso significa que a decisão de ingressos mais baratos está errada? Não.

Os bons samaritanos falam que os clubes é que precisam determinar os valores dos ingressos do campeonato. Quem mandou concordar que a FERJ coordenasse tudo isso? Todos os clubes federados, inclusive Flamengo e Fluminense. Quem mandou não ter estádio? O Campo Grande tem. Agora paga a conta, malandro.italo

 

Obs: a FERJ não brinca em serviço. Com a aprovação dos clubes, 2016 e 2017 permanecem com 16 clubes. A fórmula, como sempre, será estranha. Vamos ver o que vai dar http://www.fferj.com.br/Noticias/View/9771

Anúncios

Concorda, discorda, gostou? Opine você também.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s