Promessas?

doriva

Faltando poucos dias para a estreia no Torneio de Manaus, Doriva aparentemente já tem sua base. Claro que não é algo 100% porque o elenco não está fechado. A confirmação da vinda do lateral Madson (Bahia) e o despacho de Marlon para o Pará (Vá com D’us) faz com que a preparação acabe sendo meio capenga.

O time titular que treinou na última sexta-feira, sem Guina que precisou viajar para Argentina em razão de problemas familiares, foi: Martin, Jean Patrick, Luan, Rodrigo e Christiano; Sandro Silva, Lucas e Bernardo; Montoya, Rafael Silva e Marcinho.

Nessa escalação tenho muita dificuldade de acreditar na estabilidade de Bernardo e na promessa Montoya. O primeiro, enfant terrible da Colina, desde 2013 está perdido pelos campos brasileiros. Santos e Palmeiras não sentem a menor saudade do rapaz. Problemático, precisa dar uma guinada em seu emocional de 180 graus para poder se tornar um jogador confiável e relevante. Sua titularidade indiscutível – em razão da pobreza do plantel vascaíno – demonstra a decadência do planejamento de 2014. Bernardo, jogando mais, era reserva em 2011.

Montoya é aquela incógnita que está mais para desfeita. Diferentemente de Rafael Silva, que não jogou partidas suficientes para ser decretado como pereba, o colombiano parece ter um pouco de talento porém sem conseguir executar jogadas produtivas. Me recordo um pouco de Conca em seu inicio no Vasco. Só o começo. O argentino evoluiu e conduziu o Vasco em sua melhor fase na era Eurico. Montoya não disse a que veio e infelizmente não passa qualquer credibilidade que um dia fará.

Me preocupa a ausência de cabeças pensantes no time. Por mais que Douglas, o tio do churrasco com uma rapidez de tartaruga, não seja um primor, era o nosso camisa 10, batedor de faltas, pênaltis além de conduzir o ritmo da partida. Montoya e Bernardo são corredores. Quem sabe Marcinho terá esse papel de experiência, quem sabe…

Doriva terá bastante trabalho. Incrivelmente, em termos de nomes, nosso elenco é mais fraco que 2014. Que os resultados no campo de 2015 sejam inversamente proporcionais às nossas derrotas no ano que se encerrou.

Aguardaremos as cenas dos próximos capítulos.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Promessas?

Concorda, discorda, gostou? Opine você também.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s