Foi sem querer querendo

vasco chaves

A sensação do sábado, 29.11, é de desalento. A partida do mestre Chespirito – um dos poucos símbolos latinos abraçados por esse Brasil tão isolado e influenciado por europeus e americanos do norte – é bastante significativa. Remonta à época da terna infância, da ingenuidade e pureza do humor, que te faziam rir da mesma piada quantas vezes fosse contada.

O sentimento nostálgico também vale para o nosso Vasco da Gama. A subida para primeira divisão foi realmente sem querer, querendo. As merecidas vaias ao final do jogo contra o poderoso Icasa rechaçam qualquer dúvida que possa existir na cabeça dos dirigentes de que a torcida comemorou o acesso.

Nesse cinzento sábado, o jogo contra o Avaí, em terras catarinenses onde a torcida vascaína sempre é bem representada, será mais um do martírio em que vivemos. E nem falo isso em razão da segunda divisão. O elenco do Vasco e a forma “boleira” em que é treinado por Papai Joel, não merecem aplausos.

Uma pergunta que já me fiz e questiono aos amigos é: o Vasco, com esse time e essa estrutura, conseguiria permanecer na elite do futebol brasileiro. Elite esta com Chapecoenses da vida?

Para piorar, nossas perspectivas do futuro não são boas. Eurico Miranda e seu estilo amador de gerir o futebol do clube tentaram reerguer o clube com contratações superfaturadas de jogadores sanguessugas, sem o menor vínculo conosco. 2004 outra vez.

O que poderia motivas os jogadores, ao menos, seria uma revanche aos vergonhosos 5×0 que levamos na colina histórica. Mas nem isso temos confiança. Tudo parece vazio e infelizmente sem fim.

Estamos mal representados, amigos. E nem falo de talento. Falta carinho, respeito e gana para vestir nossa camisa. Pensando positivamente, quem sabe a velha nova administração consegue recuperar isso?

A série B pode ter acabado. Mas nossa desconfiança não. Ao menos, realmente, nesses momentos de incredulidade, podemos dizer ao menos para nós mesmos, torcedores de arquibancadas e verdadeiros sofredores do calvário vascaíno: Sigam-me os bons!

Anúncios

Concorda, discorda, gostou? Opine você também.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s